A intenção era boa, mas a Internet não perdoa. Numa publicação no Twitter depois da primeira noite de concerto no Altice Arena, a banda irlandesa quis fazer um elogio à cidade que a acolheu: “Abençoada Lisboa, cidade que nos deu Ronaldo, Eusebio, Fernando Passoa, António Guterres, José Saramango” [sic]. Acontece que a gaffe foi imediatamente detetada pelos utilizadores daquela rede social, que se apressaram a dar uma aula de história à banda de Bono Vox.

Para além das gralhas nos nomes dos dois escritores portugueses, acresce que apenas dois dos nomes mencionados são naturais de Lisboa. Fernando Pessoa e António Guterres são os únicos nascidos na capital, já que Ronaldo nasceu no Funchal, Madeira, e Eusébio em Maputo, Moçambique. Já José Saramago é natural da Azinhaga, Golegã.

O post tem mais de 150 comentários, a grande maioria a alertar para as gralhas cometidas, tanto ao nível dos nomes mal escritos, como ao nível da geografia do nascimento das personalidades.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Na verdade, os U2 só acertaram inteiramente em um dos cinco ilustres portugueses: António Guterres, já que escreveram bem o nome e acertaram no local de nascimento, como notou um utilizador do Twitter.

A banda irlandesa atuou este domingo e segunda-feira em Lisboa, debaixo de grande expectativa e com os bilhetes há muito esgotados.

Se os U2 fossem a votos ganhavam a eleição