Depois de ter inaugurado “I’m Your Mirror” no Museu de Serralves, patente também até dia 24 de junho, Joana Vasconcelos chega ao aeroporto do Porto com Petit Gâteau, uma das obras que integra a série “Delícias”. Nesta série as peças “apresentam-se como enormes e coloridos gelados de cone, fatias de tarte e cupcakes construídos através da acumulação e repetição de diferentes alinhamentos de formas de plástico — maçãs, peras, morangos, mirtilos, croissants e pretzels — usadas para brincar na praia. O gigantismo e o colorido captam a imediata atenção do público não deixando, ainda assim, de fazer adivinhar o vazio consequente dos volumes”, lê-se na nota enviada pela Fundação de Serralves, numa altura em que celebra 30 anos de existência.

Produzida com o apoio de The Monaco Project for the Arts, a peça foi concluída em 2011 e foi feita a partir de formas de praia de plástico e aço inoxidável. Conhecida pelas suas obras de grande escala, com uma dose generosa de portugalidade, Joana Vasconcelos imprime nelas objetos do quotidiano, onde a cor, a luz, o movimento ou o som são capazes de captar os sentidos e as atenções.

Este é o ano que marca o regresso de Joana Vasconcelos a Serralves, depois de ter exposto aqui pela primeira vez em 1997. Em “I’m Your Mirror”, a artista plástica reúne mais de 30 peças, de 1997 até à atualidade, cobrindo duas décadas de trabalho. A mostra, que se prolonga até aos jardins do Parque de Serralves, inclui peças icónicas como a A Noiva (2001–05), Burka (2002), Coração independente vermelho (2005), Marilyn (2011), Lilicoptère (2012) ou Solitário (2018).