Caixas de madeira vermelhas com o carimbo “fragile”, escadotes, fitas métricas e quase 30 trabalhadores atarefados compõem o cenário da montagem daquela que é uma das exposições mais aguardadas do ano em Serralves. A artista é Joana Vasconcelos e isso parece justificar a azáfama que se vê nos corredores durante esta semana. Foi em 1996 que aqui se apresentou pela primeira vez, na mostra “Mais Tempo – Menos História”, onde no parque expunha a instalação “Trianons”, uma peça feita com fitas mosquiteiras de PVC, ferro pintado e uma rede tremida, inspirada nos famosos edifícios Grand Trianon e Petit Trianon. Este foi apenas o ponto de partida de uma viagem pelas artes plásticas e de uma carreira que ultrapassou fronteiras.

As suas obras de grande escala estão “cheias de portugalidade”, diz-nos, de significados e de uma dose generosa de loucura. Cada peça que imagina é construída com objetos do quotidiano, tem luz, som, cor e movimentos capazes de captar as atenções dos curiosos. Prova disso, é o facto de já ter dado nas vistas na Bienal Internacional de Arte de Veneza ou no mítico Palácio de Versalhes, onde em 2012 foi a primeira mulher e mais jovem artista a marcar presença.

No ano passado, foi a primeira portuguesa a expor em nome individual no Museu Guggenheim de Bilbau, com a mostra “I’m Your Mirror”, visitada por mais de 600 mil pessoas. No Porto, esta mesma exposição será composta por mais de 30 peças icónicas da sua obra, datadas desde 1997, distribuídas pelo museu e pelo jardim de Serralves, onde podem ser vistas até 24 de junho. “Gosto de exposições que se prolonguem no tempo”, diz a artista referindo-se às cinco obras expostas no exterior, que, segunda ela, irão alterar-se consoante a luz do dia ou a folhagem das árvores. Resta-nos esperar, para ver. A inauguração está marcada para segunda-feira, dia 18.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.