A UEFA anunciou esta sexta-feira as cidades anfitriãs do Euro 2020, o primeiro que se realizará em vários países e estádios do continente europeu e não apenas num país, como até aqui sucedia. Lisboa e Porto, recorde-se, chegaram a ponderar apresentarem uma candidatura para serem uma das cidades-sede da competição, mas, em abril, decidiram não avançar com as propostas.

Londres, Inglaterra – meias-finais e final

Baku, Azerbaijão – três jogos da fase de grupos e um jogo dos quartos-de-final

Bruxelas, Bélgica – três jogos da fase de grupos e um jogo dos oitavos-de-final

Copenhaga, Dinamarca – três jogos da fase de grupos e um jogo dos oitavos-de-final

Munique, Alemanha – três jogos da fase de grupos e um jogo dos quartos-de-final

Budapeste, Hungria – três jogos da fase de grupos e um jogo dos oitavos-de-final

Roma, Itália – três jogos da fase de grupos e um jogo dos quartos-de-final

Amesterdão, Países Baixos – três jogos da fase de grupos e um jogo dos oitavos-de-final

Dublin, Irlanda – três jogos da fase de grupos e um jogo dos oitavos-de-final

Bucareste, Roménia – três jogos da fase de grupos e um jogo dos oitavos-de-final

São Petersburgo, Rússia – três jogos da fase de grupos e um jogo dos quartos-de-final

Glasgow, Escócia – três jogos da fase de grupos e um jogo dos oitavos-de-final

Bilbau, Espanha – três jogos da fase de grupos e um jogo dos oitavos-de-final

Eram 19 as cidades candidatas, foram escolhidas estas treze. As que não foram selecionadas são Minsk (Bielorrússia), Sófia (Bulgária), Jerusalém (Israel), Skopje (Ex-República Jugoslava da Macedónia), Estocolmo (Suécia) e Cardiff (País de Gales).

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira numa cerimónia da UEFA em que estiveram presentes as mais altas figuras do futebol europeu, incluindo o presidente da organização, Michel Platini. “O Europeu de 2020 vai ser um evento histórico, com jogos da maior competição europeia de seleções a terem lugar em todos os cantos do continente”, sublinhou o líder da entidade que gere o futebol europeu.