As primeiras quatro classificadas do circuito mundial de surf feminino estão separadas por menos de 3.500 pontos, antes do Cascais Women’s Pro, da nona e penúltima etapa, que apenas pode coroar Stephanie Gilmore como hexacampeã.

A Sally Fitzgibbons lidera o “ranking”, com 57.900 pontos, à frente das compatriotas Tyler Wright (56.200) e Stephanie Gilmore (55.950) e a havaiana Carissa Moore (54.700), antes do início do campeonato português, que decorre até terça-feira e cumpre esta quarta-feira um dia de espera.

Cada uma conta vitórias em duas provas, mas apenas Gilmore pode aspirar a reconquistar em Cascais o título mundial, que já venceu em 2007, 2008, 2009, 2010 e 2012, uma vez que são excluídos os dois piores resultados da temporada.

Para isso acontecer, Gilmore tem de vencer o Cascais Women’s Pro, Wright não passar dos quartos de final e Fitzgibbons e Moore não chegarem à final da prova.

Em 2013, Moore assegurou a conquista do seu segundo título mundial em Cascais, onde viria a vencer a competição.

O circuito de 2014 termina com o Target Maui Pro (entre 22 de novembro e 06 de dezembro), no Havai, onde Gilmore defende o título conquistado no ano passado.