Para comemorar meio século de carreira, Maria Bethania quer “Abraçar e Agradecer”. Assim se chama o espetáculo que a cantora brasileira de 68 anos vai apresentar em Portugal, primeiro no Coliseu do Porto, a 24 de maio, e depois no Coliseu dos Recreios, a 27 de maio. Os bilhetes começam a ser vendidos esta terça-feira, a partir do meio-dia.

Ainda não tinha 18 anos quando pisou o palco pela primeira vez, em 1965, no Teatro Opinião, em Copacabana. Ao seu lado estavam Zé Keti e João do Vale.

O espetáculo “Abraçar e agradecer”, que comemora este longo percurso de Maria Bethânia, conta com a direção e cenografia de Bia Lessa, diretora dos seus últimos espetáculos “Carta de Amor”, “Amor Festa” e “Devoção e Dentro do Mar tem Rio”. O desenho de luz é assinado por Binho Schaefer e a coordenação e produção musical é de Guto Graça Mello, produtor responsável por álbuns como Ciclo (1983) e As Canções que você fez pra mim (1993).

A digressão estreou no Rio de Janeiro no início deste ano. A banda que a acompanha conta com Jorge Helder (maestro e contrabaixo), João Carlos Coutinho (piano e acordeão), Paulo Dafilim (violas e violão), Pedro Franco (violão, bandolim e guitarra), Marcio Mallard (violoncelo), Pantico Rocha (bateria) e Marcelo Costa (percussão).

Para celebrar 50 anos de carreira, músicas de toda a carreira, incluindo do seu último disco, Meus Quintais, como “Dindi” (Tom Jobim e Aloysio de Oliveira), “Xavante” (Chico César), “Casa de Caboclo” (Paulo Dafilim e Roque Ferreira) e “Uma Iara” (Adriana Calcanhotto e Cid Gomes). Foram tantos os compositores que marcaram a carreira da cantora brasileira que não poderiam deixar de ser lembrados, casos de Caetano Veloso, Chico Buarque, Caymmi, Gonzaguinha, Roque Ferreira e Paulo César Pinheiro.

Bethania também irá narrar textos de Wally Salomão, Clarice Lispector e Carmem Oliveira, além de apresentar compositores novos e uma versão inédita feita especialmente para ela por Nelson Motta.

Para além de Maria Bethânia, outros dois grandes nomes da música brasileira vão celebrar 50 anos de carreira ao vivo em Portugal. E em conjunto. Caetano Veloso, irmão de Bethânia, e João Gil vão atuar no dia 31 de julho, no palco do Parque dos Poetas, em Oeiras, no âmbito do Festival edpcooljazz.