Manoel de Oliveira

A vasta lista de prémios de Manoel de Oliveira

A vida de Manoel de Oliveira foi rica em obra, mas também em prémios e menções honrosas. Conheça aqui algumas delas.

AFP/Getty Images

Autor
  • Flávio Nunes

A vida e a obra de Manoel de Oliveira foi rica e bastante premiada. Ao todo, foram mais de 40 prémios e 30 nomeações, maioritariamente internacionais.

Além de Comendador da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada (desde junho de 1980), Grã-Cruz da Ordem Militar de Sant’Iago da Espada (desde dezembro de 1988) e Grã-Cruz da Ordem do Infante D. Henrique (desde dezembro de 2008), Manoel de Oliveira era professor honorário da Academia de Cinema de Skopje e doutor honoris causa pela Universidade do Algarve e pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

Manoel de Oliveira recebeu também o Prémio Mundial do Humanismo (2008), o Prémio da Igreja Católica (2010), a Medalha de Conhecimento e Mérito do Instituto Politécnico de Lisboa e, em 2014, recebeu também o título de Grande Oficial da Legião de Honra (França) pelo presidente François Hollande.

Foi Palma de Ouro, prémio maior, no Festival de Cannes de 2008, tendo sido igualmente distinguido com o Prémio Carreira em 2004 no Festival Internacional de Berlim e em 2005 no Festival de Cinema de Chicago. Em 2004, recebeu a Carreira Leão de Ouro, no Festival de Cinema de Veneza.

Eis a lista de outros reconhecimentos e prémios que o cineasta arrecadou ao longo da sua carreira:

Assembleia da República

2012

Homenagem e Projeção do filme O Gebo e a Sombra, na abertura da sessão legislativa

Festival Internacional de Cinema de Berlim

2009

Prémio Berlinale Camera

1981

Prémio Especial Interfilm (por todos os seus trabalhos)

Camerimage

2004

Prémio Carreira de Realizador

Festival de Cannes

2008

Palma de Ouro

1999

Prémio do Júri (La lettre – 1999)

1997

Prémio FIPRESCI (Viagem ao Princípio do Mundo – 1997)

Prémio do Jurado Ecuménico – Menção Especial (Viagem ao princípio do Mundo – 1997)

1990

Prémio FIPRESCI

Festival Internacional de Cinema de Chicago

2005

Prémio Carreira

Prémios CinEuphoria

2015

Top 10 do Ano – Competição Nacional, prémio partilhado com Pedro Costa, Víctor Erice, Aki Kaurismaki e Rodrigo Areias (Centro Histórico – 2012)

2011

Carreira – Prémio Honorário

Festival Cineport

2009

Troféu Andorinha Digital – Melhor Filme (Cristóvão Colombo – O Enigma – 2007)

Prémios David di Donatello

1994

Prémio Luchino Visconti

Prémios do Cinema Europeu

2007

Prémio Honorário

1997

Prémio FIPRESCI (Viagem ao Princípio do Mundo – 1997)

Fantasporto

2006

Prémio Especial de Carreira

Festival Internacional de Cinema da Figueira da Foz

1980

Prémio C.I.D.A.L.C. – Medalha de Ouro, pela sua contribuição em filmar a verdadeira alma portuguesa

Prémios Internacionais Flaiano

1998

Prémio Carreira – Cinema

Globos de Ouro SIC/CARAS

2009

Carreira

2002

Melhor Filme (Je rentre à la maison – 2001)

2001

Melhor Realizador (Palavra e Utopia – 2000)

1999

Melhor Realizador (Inquietude – 1998)

1997

Melhor Realizador (Party – 1996)

Festival Internacional de Cinema de Haifa

2002

Prémio Âncora Dourada (Je rentre à la maison – 2001)

1997

Prémio Âncora Dourada (Viagem ao Princípio do Mundo – 1997)

Festival Internacional de Cinema Latino-americano de Huelva

2005

Prémio da cidade de Huelva

2000

Prémio Especial do Júri

Festival Internacional de Cinema Documental de Jihlava

2006

Prémio Contribuição para o Mundo do Cinema

Festival Internacional de Cinema de Locarno

1992

Leopardo de Honra (pela sua carreira e pelo seu filme O Dia do Desespero – 1992)

Festival de Cinema Mar del Plata

1998

Prémio Especial do Júri

Festival Internacional de Cinema de Montreal

1998

Grande Prémio Especial das Américas (pelo seu contributo excecional na arte cinematográfica)

Festival de Cinema de Munique

2001

Prémio CineMerit

Festival Internacional de Cinema de São Francisco

1994

Prémio Akira Kurosawa

Prémios Sant Jordi

2005

Prémio Carreira

Festival de Cinema de Sitges

1995

Prémio Crítica Guionista Catalã e da Associação de Escritores (O Convento – 1995)

Festival de Cinema de São Paulo

2001

Prémio da Crítica – Melhor Filme (Je rentre à la maison – 2001)

1993

Prémio da Crítica (Vale Abraão -1993)

1988

Prémio Especial da Crítica (Os Canibais – 1988)

Festival Internacional de Cinema de Tóquio

1997

Prémio Especial de Carreira – Competição Internacional (Viagem ao Princípio do Mundo -1997)

1993

Prémio Melhor Contribuição Artística (Vale Abraão – 1993)

Festival de Cinema de Veneza

2004

Carreira Leão de Ouro

2003

Prémio SIGNIS (Um Filme Falado – 2003)

2001

Prémio UNESCO (Porto da Minha Infância – 2001)

2000

Prémio Filmcritica “Bastone Bianco” (Palavra e Utopia – 2000)

1991

Grande Prémio Especial do Júri (A Divina Comédia – 1991)

1985

Prémio Sérgio Trasatti (Le soulier de satin – 1985)

Leão Especial, pelo seu trabalho em geral

Editado por Filomena Martins.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)