Sporting

Octávio Machado: “Sporting pediu-me para pensar se queria integrar a estrutura”

132

A TSF avança que o ex-treinador do Sporting (e do FC Porto) pode estar de regresso a Alvalade, agora como diretor geral da SAD para a área desportiva. "Não sei se vou ou não", disse ao Observador.

Octávio Machado está afastado do futebol há algum tempo e dedicou-se à política e agricultura

Rui Minderico/ LUSA

A TSF está a anunciar que Octávio Machado vai ser o novo diretor geral da SAD do Sporting para a área desportiva. A confirmar-se, será o regresso de Octávio a Alvalade, após ter treinado os leões entre 1996 e 1998 — já o tinha feito antes, em 1995/1996. Ao atender o telefone ao Observador, o também ex-técnico do FC Porto foi enigmático: “Não sei se vou ou não. Pediram-me para pensar se queria integrar a estrutura.”

O cargo de diretor da SAD para a área do futebol foi durante duas épocas de Augusto Inácio. Deixou de o ser a 10 de junho, dia em que o Sporting anunciou, em comunicado, que iria passar a ser diretor para as Relações Internacionais do clube. Desde aí que a função está por ocupar. Para esta quarta-feira está agendada a apresentação de Jorge Jesus, em pleno Estádio de Alvalade, em Lisboa, e Octávio Machado não rejeitou a hipótese de, também ele, ser hoje oficializado no novo cargo. “A decisão ainda pode surgir hoje”, confirmou.

Segundo a TSF, o primeiro nome de Bruno de Carvalho seria outro, mas a recusa conduziu à escolha de Octávio. O nome de Octávio Machado é conhecido no dia em que Jesus começou a trabalhar em Alvalade e é apresentado em conferência de imprensa.

Octávio Machado, conhecido no meio futebolístico como o ‘Palmelão’, por ser oriundo de Palmela (6 de maio de 1949), destacou-se como jogador de futebol no FC Porto dos anos 70, tendo começado a jogar no V. Setúbal, clube onde terminou também a carreira.

Como treinador, Octávio passou, entre outros clubes, pelo Sporting (96/97) e pelo FC Porto (2001/2002). Pelos leões ganhou uma Supertaça ao FC Porto (jogada em Paris) e foi à final da Taça de Portugal, que perdeu para o Benfica, no jogo que ficou marcado pelo caso do verylight que causou a morte de um adepto do Sporting.

Depois de ter sido também comentador desportivo na televisão e na rádio, Octávio Machado afastou-se do mundo futebolístico nos últimos tempos — 2001/2002 foi a última temporada que fez como treinador, no FC Porto –, tendo-se dedicado à agricultura na sua herdade de Palmela, onde produz vinho. Ligou-se também aos bombeiros locais e à política: foi eleito, como independente proposto pelo PSD, como vereador em Palmela.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)