“Vejo-me como alguém que será muito útil ao FC Porto. Se estou preparado [para ser presidente do clube]? Preparadíssimo. Há de chegar o momento”. As declarações são do ex-guarda-redes dos dragões, Vítor Baía, que as proferiu no programa “Mercado”, do canal CMTV.

Segundo relata o Diário de Notícias, o ex-guardião portista mostrou-se recetivo à ideia, depois de Paulo Futre e Fernando Mendes (os restantes comentadores do programa desportivo) terem dito que apoiariam uma candidatura de Vítor Baía à presidência do FC Porto, após a saída saída do atual presidente dos dragões, Jorge Nuno Pinto de Costa.

“Desde que saí não mantenho relações com ninguém do FC Porto, porque eles têm medo de retaliações” confessou ainda Vítor Baía, citado pelo Diário de Notícias.

Como jogador, Vítor Baía passou mais de 15 temporadas envergando a camisola do clube, em que permaneceu quase toda a carreira, à exceção de uma passagem pelo FC Barcelona, durante duas temporadas.

Foi um dos guarda-redes com mais títulos na carreira em todo o mundo: ganhou 33 troféus enquanto esteve no ativo, entre eles o título de campeão português (por 10 vezes) e o de campeão espanhol. Ganhou ainda uma Liga dos Campeões, uma Taça UEFA (hoje Liga Europa), uma Taça Intercontinental, uma Supertaça Europeia, 8 Supertaças Cândido de Oliveira e 5 Taças de Portugal, por exemplo.