O rapper Valete e o grupo rock canadiano Destroyer juntam-se em novembro ao cartaz do festival Vodafone Mexefest, em Lisboa, revelou esta terça-feira a organização.

Com o calendário de festivais de verão ainda a acontecer, vai já sendo delineado um dos festivais de fim de outono de Lisboa, marcado para os dias 24 e 25 de novembro em vários espaços da capital, no eixo Avenida da Liberdade-Rossio.

Valete tem concerto anunciado para o Mexefest numa altura em que voltou para estúdio com vista à edição de um novo álbum, tendo já revelado os temas Rap consciente e Poder.

Pelo caminho, o rapper de 37 anos deixa o álbum Homo Libero, que chegou a ser anunciado em 2012 como o terceiro de uma discografia que inclui Educação visual (2002) e Serviço Público (2006).

Mais recentemente, o músico juntou-se ao projeto luso-brasileiro Língua Franca, ao lado da rapper portuguesa Capicua e dos brasileiros Emicida e Rael. De regresso a Portugal, os canadianos Destroyer apresentam-se no Mexefest com a promessa de um novo álbum, sucessor de “Poison Season”.

Com mais de duas décadas de existência, o grupo rock canadiano centra-se sobretudo no “fulgor criativo de Dan Bejar”. “Aquilo que, no início, era um projeto a solo não demorou muito até se transformar em banda”, afirma a organização do festival.

Além de Valete e Destroyer, o Mexefest tinha já anunciado antes os nomes de Charles Bradley, Cigarettes After Sex e da cantora Aldous Harding para esta edição do festival.

O bilhete para os dois dias de Mexefest custa 40 euros, até 31 de agosto, aumentando para 45, no dia 1 de setembro, e para 50, nos dias do evento.