Os Simpsons estrearam em 1989. Desde aí, entraram pelas casas das famílias do mundo inteiro e fizeram milhões rir com as patetices de Homer, os ataques de pânico de Marge, a inteligência de Lisa, a rebeldia de Bart e o silêncio por vezes hilariante de Maggie. Mas a série tem outra particularidade que a torna motivo de conversa: ao longo dos anos, foram muitas as previsões que os Simpsons fizeram. Desde a presidência de Donald Trump até à compra da 20th Century Fox por parte da Disney que acaba de acontecer, Homer e companhia anteviram vários acontecimentos internacionais muitos anos antes de acontecerem.

Disney/20th Century Fox

O negócio de 2017 há 19 anos

Comecemos pela mais recente: no passado dia 14 de dezembro, a Disney comprou parte da 20th Century Fox por uns estonteantes 44,5 mil milhões de euros, passando a deter não só os estúdios de cinema mas também uma série de canais de televisão.

A concretização do negócio na vida real chega 19 anos depois de ter acontecido no “universo Simpsons”, em 1998. No episódio 5 da 10.ª temporada da série, pode ler-se numa placa à porta dos estúdios que a 20th Century Fox é “uma divisão da Walt Disney Co”. Dado que os Simpsons agora pertencem realmente à Disney, será que vamos ver Mickey a contracenar com a família animada mais famosa da televisão? James L. Brooks, produtor da série, mostra que Homer até já lhe deu as boas-vindas.

Smartwatches

Uma previsão (quase) na ‘mouche’

No episódio 19 da sexta temporada da série, em 1995, quando Lisa consulta uma leitora da sina numa feira medieval, os espetadores “viajam no tempo” até 2010, ano em que não só existem ‘smartwatches’, mas já têm até tecnologia de comunicação. A previsão acertou quase em cheio: os ‘smartwatches’ com reconhecimento de voz só surgiram no mundo real em 2014, quatro anos depois do previsto pelos bonecos amarelos.

FaceTime

Um episódio, duas previsões

Não bastou aos criadores da série prever a chegada do ‘smartwatch’ anos antes, no episódio 19 da sexta temporada. Foi também nesse episódio, “O Casamento de Lisa”, que os criadores da série puseram a filha de Homer e Marge a fazer uma chamada de vídeo através do telefone, prevendo assim algo como o FaceTime, da Apple, que foi lançado precisamente em 2010, cinco anos depois.

Escândalo de espionagem da NSA

Ainda Snowden não trabalhava para a agência de segurança

Em 2013, Edward Snowden, ex-agente da CIA, divulgou informação secreta que revelava que o governo dos EUA vigiava os telefones e registos de Internet dos americanos. Contudo, é possível que em 2007 Matt Groening e companhia já soubessem desta espionagem: em “Os Simpsons – O Filme”, Marge e os filhos, procurados por terem fugido da cidade de Springfield enquanto esta estava em quarentena, são localizados após a NSA ter escutado as chamadas da família.

Escândalo de corrupção da FIFA

Estranhamente semelhante

Um ano antes de ter rebentado o escândalo de corrupção na FIFA, que resultou em inúmeras detenções de executivos da federação mundial de futebol, e da demissão do presidente Joseph Blatter, um representante de uma federação internacional de futebol (que não é descrito como sendo da FIFA) é preso em circunstâncias semelhantes no episódio “You Don’t Have To Live Like a Referee”.

Crise na Grécia

Três anos antes, um país ‘à venda’

No episódio “Politically Inept”, de 2012, Homer foi convidado para comentar a atualidade no programa noticioso “Head Butt”. No rodapé pode ler-se “Europa põe Grécia no Ebay”. Três anos depois, a Grécia estava na ordem do dia com a tentativa de reestruturação da dívida, a possibilidade de saída dos EUA e os apelidos Tsipras e Varoufakis a tornarem-se personagens principais nos telejornais do mundo inteiro.

Donald Trump, presidente dos Estados Unidos da América

A mais improvável

Esta é talvez a previsão mais conhecida da série criada por Matt Groening. Num episódio de 2000, Lisa Simpson chega à Sala Oval. Durante uma conversa com os conselheiros, Lisa fala sobre a avultada dívida que herdou do seu predecessor: Donald J. Trump. A filha do meio de Homer e Marge Simpson fica surpreendida com as dificuldades económicas do país e pergunta “como é que um país pode estar falido?”. 16 anos depois, Donald Trump venceu mesmo as eleições presidenciais e chegou à Casa Branca. Se o resto também se vai tornar realidade, ainda não sabemos. Nem quem se lhe seguirá.

Espetáculo de Lady Gaga no Super Bowl

Até a roupa era parecida

No Super Bowl de 2017, Lady Gaga “caiu dos céus” e aterrou no NRG Stadium, em Houston, para dar um memorável concerto. Mas já o tinha feito anteriormente. Pelo menos em “modo Simpsons”. Em 2012, no episódio “Lisa Goes Gaga”, a cantora dá um espetáculo em Springfield e desce sobre os habitantes da cidade: tal como fez na vida real cinco anos depois.

Bosão de Higgs

Homer descobriu a “partícula de Deus”

O verdadeiro Bosão de Higgs – a partícula que explica como tudo no mundo tem massa – só foi descoberto em 2012 no acelerador de partículas da Suíça. Mas Homer Simpson chegou ao cálculo muito antes: na verdade, 14 anos antes. No episódio “The Wizard of Evergreen Terrace”, de 1998, o protagonista da série decide ser inventor. E, ao fazer vários cálculos aleatórios num quadro, descobre acidentalmente a massa da “partícula de Deus”.