Abril em Lisboa #emcasa

Até dia 30 de abril

Para quem nunca esquece a Revolução dos Cravos: Polémicas à parte, a EGEAC (entidade responsável pela promoção cultural em Lisboa) decidiu não deixar passar ao lado o 46º aniversario do 25 de Abril e é com ele em mente que planeou uma série de atividades, todas acessíveis remotamente, que visam celebrar a data. Como? Com ajuda das páginas oficiais de Facebook e Instagram desta entidade, por exemplo. É nelas que poderá ver ou rever, por exemplo, o espetáculo de video mapping que foi feito a propósito do 45º aniversário da revolução (em exibição entre os dias 23 e 26); a partilha de testemunhos, documentos e vídeos do Museu do Aljube (dia 25 de abril); concertos de Carlos do Carmo e de Camané dados no antigo Festa no Castelo, no Castelo de São Jorge (às 21h) e muito mais. Consulte aqui a programação completa.

Vai dar para celebrar o 25 de abril em casa sem problemas. D.R.

Há música na Rua das Pretas

Sábado, 21h30

Para quem gosta de bater o pé com um copo de vinho na mão: A Forbes já se interroga se será este um novo “Buena Vista Social Club”. Facto é que nem a pandemia silenciou os encontros promovidos por Pierre Aderne num palacete do Príncipe Real, naquele que é um verdadeiro palco da lusofonia. Muita música, para acompanhar com um copo de vinho, é o programa da Rua das Pretas, que mesmo sem poder pôr um pé fora de casa mantém o ritmo de folia. Sábado, a partir das 21h30, fazem 30 minutos de transmissão aberta através do Instagram @ruadaspretas e a partir daí ainda há um “bis exclusivo, numa sala VIP da Rua Das Pretas”. Funciona através da aplicação Zoom e para reservar basta enviar mensagem direta pelo Instagram ou um email para booking@ruadaspretas.com, para poder receber um link com o convite. os encontros, artistas lusófonos e do mundo e muitas novidades da Rua das Pretas.

© Instagram Rua das Pretas/ @_nicole__sanchez_

Almeja

Entregas de quarta-feira a sábado, até às 17h do próprio dia (222 038 120/geral@almejaporto.com)

Para quem gosta de comer fora sem sair de casa: Depois de um momento de pausa em que o casal João Cura e Sofia Gomes estiveram a dar receitas via Instagram e a preparar um viável sistema de entregas, o seu restaurante já lhe pode chegar a casa. O portuense Almeja começou agora então a preparar pratos como arroz caldoso de peixe (13€) ou feijoada vegetariana de cogumelos (10€), bem como entradas — tártaro de vaca maturada e pickles a 9€ — e sobremesas — “maxibom” do Almeja a 6,50€ –, tudo pronto para lhe chegar a casa em condições de matar saudades de ir comer fora.

OS pratos de arroz do Almeja já são famosos. D.R.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Filmes e documentários online

Plataforma Filmin

Para quem acredita que a vida não é só Netflix e HBO: Filmes e documentários, novidades frescas e clássicos para todas as horas, sempre com um toque indie, para explorar um sumarento circuito à margem das longas mais comerciais. Na plataforma Filmin, pode optar entre assinatura ou aluguer avulso de cada título e há sempre novas entradas no cardápio nacional e internacional, caso de “A Dog Called Money” (2019), de Seamus Murphy, vencedor de sete prémios World Press Photo, que segue PJ Harvey pelo Afeganistão, Kosovo e bairros negligenciados de Washington DC. Ou de “Gimme Danger”, em que Jim Jarmusch abre a porta ao universo dos Stooges. Acabadinhos de engrossar o catálogo.

© Andrew Benge/Redferns/Getty Images

Live Chef

@filiperamalho

Para quem gosta de comer com os ouvidos: De que falam os cozinheiros quando estão em conversa uns com os outros? Se alguma vez se questionou sobre isso — ou se simplesmente gosta de ouvir falar de comida no geral — pode aproveitar as conversas via live do Instagram que o chef Filipe Ramalho, do alentejano Basili tem estado a fazer a partir da sua conta pessoal. Sempre com um convidado diferente, acontecendo dia sim, dia não, sempre pelas 17h, estas conversas pretendem retratar um pouco daquilo que “vai pela cabeça” deste setor que continua a tentar lutar para sobreviver à complicada crise pandémica. Esta quinta-feira o convidado é o chef Filipe Rodrigues, da lisboeta Taberna do Mar; a 28 de abril será a vez de ouvir o escalabitano Rodrigo Castelo, da Taberna Ó’Balcão; e a 30 de abril faz-se uma viagem até ao Brasil com  companhia do chef Rafa Costa e Silva. Todas as conversas, futuras e passadas, ficam depois disponíveis no YouTube da publicação gastronómica Etaste.

O chef Filipe Ramalho é o cicerone destas conversas “Live Chef”. D.R.

Peça de teatro “Lilith”

Sexta-feira, 21h30; Página de YouTube da companhia João Garcia Miguel

Para quem tem saudades de ir ao teatro: Já sente falta de ver uma boa peça em direto? Se a sua resposta for sim então pode aproveitar a iniciativa que a Companhia João Garcia Miguel tem estado a desenvolver e que pretende simular um dia de estreia, ou seja, em dias pré-definidos (sexta-feira, 24 de abril), com hora marcada (21h30), deverá sentar-se no seu sofá, pôr um computador à sua frente, aceder ao YouTube e assistir relaxado às interpretações desta companhia. Há uma semana foi divulgado o “Um Plano do Labirinto”, texto de Francisco Luís Parreira, e agora nesta será a vez de assistir a Lilith, espetáculo do mesmo autor que já esteve em cena no Teatro do São Luiz (2012) e conta a história da primeira mulher de Adão a vivência de ambos no paraíso. No elenco estão atores como Sara Ribeiro, Kostantinos Koutsolelos, David Pereira Bastos e Stamatina Pergioudaki.

Imagem da peça “Um Plano do Labirinto”, a que estreou online há uma semana. Fotografia de Mário Campos Rainha

Workshop de pastéis de nata em casa

Por marcação com a Pastelaria Batalha

Para quem já se fartou de fazer pão e quer novos desafios: A lisboeta Pastelaria Batalha já tinha um dos workshops mais populares da cidade, aquele onde ensinava a fazer o rei dos bolos portugueses, o pastel de nata, mas face às medidas de isolamento social decidiu levá-lo mais além. À casa dos seus clientes, mais concretamente. Com a orientação do chef João Batalha e uma duração de entre 1h30 a duas horas, esta experiência virtual (12€ por pessoa) vai ensiná-lo todas as etapas necessárias para chegar a um guloso produto final. Até massa folhada vai aprender a fazer, tudo com ingredientes simples e fáceis de encontrar.As aulas são feitas por Zoom e disponíveis para grupos até dez pessoas — apesar de também ser possível marcar para grupos privados. As marcações podem ser feitas online, para várias datas durante a semana e fim de semana, aqui. Os pedidos de aula privada devem ser feitos através de pasteldenataworkshop@gmail.com.

O chef João Batalha vai dar as suas aulas via Internet. D.R.

BoCa Online

Sábado, 19h; YouTube da BoCa Bienal

Para quem gosta de navegar pela arte mais vanguardista: Esta BoCa Bienal é mais um dos vários eventos que se viram forçados a encontra alternativas online para continuar a sua missão (importante) de divulgação cultural. Como a vida não pode ser só conversas, concertos ou aulas via internet, o que é proposto é um ciclo de performances onde os artistas são convidados a criar e a mostrar as suas criações a partir de casa, tudo sempre inspirado no universo que envolve a noção de casa e a linguagem visual. Odete será o nome de estreia desta iniciativa com a performance “Excuse me, miss, their history was always a matter of technique”. A ela seguir-se-á uma conversa com John Romão. Tudo gratuito e disponível através de YouTube.

a artista Odete será a responsável pela inauguração deste ciclo artístico. D.R.

“Nunca mais acaba sábado” é a versão para os tempos de isolamento de “Nunca mais é sábado”, a rubrica que reúne as melhores sugestões para aproveitar o fim de semana.