Enquanto a filha Lily Collins, de 31 anos, anunciou recentemente o noivado, além de protagonizar uma série que é sucesso de audiências, apesar de toda a controvérsia, o pai vive um autêntico inferno pessoal. A caminho dos 70 anos, Phil Collins tem sido presença assídua na imprensa internacional, mas não pelos melhores motivos. As notícias mais recentes fragilizam a imagem do artista, que foi baterista e vocalista da banda Genesis, com a ex-mulher Orianne Cevey a acusá-lo em tribunal de falta de hábitos de higiene (como não lavar os dentes ou não tomar banho por meses a fio) e de, no último ano, ter-se tornado num ermita (e de criar uma adição a analgésicos).

As alegações feitas em tribunal estão relacionadas com um processo movido por Cevey contra o ex-marido, depois de Collins ter obtido uma ordem judicial para, no passado mês de agosto, expulsá-la da sua casa em Miami — a mesma onde Cevey estava a viver com o novo marido. A ex-mulher, de 46 anos, pretende provar que é co-proprietária da mansão, avaliada em mais de 30 milhões de euros, ainda que tenha chegado a acordo com Collins para abandonar a casa até janeiro do próximo ano.

Little Dreams Foundation's Little Dreamers 2018 Dreaming On The Beach Gala Press Conference

Orianne Cevey e Collins casaram-se em 1999 e separam-se em 2008 (©John Parra/Getty Images)

Mas além das afirmações de falta de higiene, Orianne Cevey alega ainda que o cantor — conhecido essencialmente por baladas musicais — é impotente. Os comentários polémicos foram todos negados pelos advogados do artista que insistem em dizer que as acusações da ex-mulher têm como único propósito chegar aos media e, assim, prejudicar a imagem pública do cantor.

Ex-mulher termina relação com Phil Collins por sms

Os altos e baixos da relação de Collins e Cevey são há muito conhecidos e têm vindo sucessivamente a público. Os dois casaram-se em 1999 e divorciaram-se em 2008 (o casal tem dois filhos em comum). Mais tarde, em 2015, reataram e ficaram juntos até ao verão de 2020, quando Orianne Cevey casou em segredo com o novo marido, de apenas 31 anos, em Las Vegas. Collins descobriu que a relação com a ex-mulher tinha terminado através de uma mensagem, na qual Cevey dizia ter encontrado o amor junto de outra pessoa.

Em 2016, em conversa com o The New York Times a propósito da obra autobiográfica “Not Dead Yet”, o cantor abordou os problemas com o álcool e afirmou que começou a beber demais após o fim do seu terceiro casamento — precisamente com Orianne Cevey. “Começou a fazer-me mal fisicamente. Cheguei a estar muito perto da morte”, confessou o cantor à data.

Há um capítulo no livro sobre a bebida, que escalou quando o meu terceiro casamento acabou e eu me reformei [em 2011]. Senti um enorme vazio. Não queria trabalhar porque queria estar com os meus filhos, mas eles tinham-se mudado para Miami e eu ainda estava na Suíça”, contou em entrevista ao NYT.

Collins esteve previamente casado entre 1975 e 1980 com Andrea Bertorelli, uma amiga de infância com quem retomou contacto no auge dos Genesis. Seguiu-se Jill Tavelman, com quem esteve entre 1984 e 1996. Ao todo, o cantor é pai de cinco filhos, sendo que a conhecida atriz Lily Collins é fruto do segundo casamento.

Além das acusações e dos problemas de álcool, a saúde do cantor tem-se deteriorado, como uma infeção viral que quase o fez perder a audição, um problema cervical e um problema de mobilidade que o obriga a deslocar-se com o recurso a uma bengala, tal como enumera o El Mundo.

Ao mesmo tempo que o cantor vive momentos mais negros, as suas músicas parecem estar a fazer algum furor entre jovens youtubers e exemplo disso foi o que aconteceu em agosto deste ano, depois de uma reação à música “In the Air Tonight”, de 1981, ter escalado em popularidade nas redes sociais.

Nascido há 69 anos em Londres, Phil Collins é dos músicos que mais vendeu — estima-se que 150 milhões de álbuns em todo o mundo. Além disso, o The Sunday Times avaliou em 2018 a fortuna pessoal do cantor em cerca de 120 milhões de libras.