Histórico de atualizações
  • Vitória e o título: "Matematicamente há essa possibilidade e enquanto houver agarramo-nos a ela"

    Na conferência de imprensa, Rui Vitória voltou a classificar o que aconteceu esta noite na Luz como “uma crueldade”. “Por aquilo que temos vindo a fazer, foi uma crueldade, não merecíamos.”

    O técnico do Benfica elogiou a “estratégia defensiva muito boa” do Tondela e sublinhou a ideia de que os momentos menos felizes podem acontecer a qualquer um. “Os jogos são mesmo isto, o final do campeonato muitas vezes é assim… Estamos muito tristes”, disse.

    Questionado sobre o dérbi com o Sporting que aí vem, o treinador dos encarnados afastou a ideia de que esta derrota pode trazer mais pressão ao Benfica, dizendo que a pressão “é inerente a quem é deste clube”. “O adversário é bom, o jogo já estava marcado, vamos jogar.”

    Quanto ao título, Vitória recusou atirar a toalha ao chão e negou considerar que o Benfica está afastado da conquista do campeonato: “Não digo essas questões de forma definitiva, matematicamente ha esse possibilidade e enquanto houver agarramo-nos a ela”, afirmou.

  • Rui Vitória: este foi "um jogo difícil de engolir"

    Rui Vitória já reagiu à derrota na flash-interview, classificando o jogo como “difícil de engolir”.

    “O Tondela foi muito eficaz, seguiu para o contra-ataque como tinha que seguir”, analisou o treinador do Benfica, que se queixou da falta de sorte: “Tivemos uma série de remates que em circunstâncias normais entrariam”, disse. “Foi uma crueldade aquilo que se passou hoje.”

    Questionado sobre a situação para o clube dos encarnados no campeonato, Vitória disse ter “noção que as coisas se complicaram”. “Lamentamos muito este resultado”, afirmou.”

    “Agora é um momento triste, mas estes jogadores já deram muitas alegrias também. A vida do profissional de futebol é isto”, resumiu o técnico, prometendo que o seu plantel continuará a trabalhar “até ao final de uma forma afincada”.

  • FIM DO JOGO. Benfica-Tondela (2-3)

    Benfica perde (2-3) com o Tondela na Luz e deixa FC Porto com uma mão no título… e o Sporting com outra no segundo lugar.

  • GOOOOOLO! Reduz o Benfica: 2-3 (Salvio, 94')

    Bola longa de Luisão desde a defesa, Jiménez amortece, desmarca Salvio nas costas de Ricardo Costa e este faz uma “chapelada” a Cláudio Ramos.

  • GOOOOOLO! 3-1 para o Tondela (Tomané, 81')

    Bola na frente, Juan Delgado amortece de cabeça para Tomané, o avançado livrar-se da marcação de Luisão na grande área e remata para o terceiro.

  • Canto à esquerda, Pizzi cruza para o centro da grande área, na confusão Jiménez desvia, Claúdio Ramos defende para a frente e voltaria a defender a recarga de Luisão.

  • Pepa, o treinador do Tondela, é expulso do banco de suplentes por protestos.

  • Contra-ataque do Tondela, Tomané cruza, Tyler Boid remata para defesa de Varela e, na recarga, Miguel Cardoso faz mesmo o golo. O árbitro anula por pretenso jogo perigoso (na disputa de bola com Luisão, que na verdade ergue igualmente alto o pé) de Cardoso.

  • Sai Zivkovic e entra Seferovic. O sérvio estava a ser um dos melhores no Benfica. Vitória arrisca mas arrisca pouco. As always

  • Douglas cruza à direita, o golo é daqueles cantados mas Salvio desvia, de pé esquerdo (que é “cego”), para lá da barra. Estava à boca da baliza.

  • Grimaldo cruza da esquerda para a grande área, ninguém corta, ninguém desvia também, Claúdio Ramos defende para a frente e à frente estava Salvio. Mesmo com a baliza à mercê, o remate do argentino desvia em Bruno Monteiro e saiu ao lado.

1 de 3