Livros

Doze páginas da internet para fazer download de livros legal e gratuito

6.338

Se dominar a língua espanhola e inglesa, as opções de escolha aumentam exponencialmente. Mas até a multinacional Amazon disponibiliza ebooks em português.

eReader

Getty Images

Autor
  • Fábio Monteiro

É viciado em livros, recebeu um eReader no Natal, mas não tem dinheiro para gastar? Milhares de livros clássicos e contemporâneos, em português, inglês ou espanhol, entre outras línguas, estão só a distância de um clique. E nem sempre estão escondidos em páginas recônditas. O jornal espanhol El Confidencial fez uma lista das melhores páginas para fazer download legal de ebooks.

  • Se dominar a língua espanhola, as opções de escolha aumentam exponencialmente. A Casa del Libro, uma editora espanhola, tem disponível para download centenas de livros, inclusive o clássico dos clássicos de Cervantes, D. Quixote.
  • Até a multinacional Amazon oferece uma série de livros gratuitos, através da plataforma de auto-publicação da Kindle. Em português, encontramos os Contos, do Eça de Queirós, a custo zero, por exemplo. Se fizer uma pesquisa em inglês, com certeza que ainda vão aparecer mais títulos.
  • A plataforma Google Play, tal como a Amazon, tem centenas de livros gratuitos. É necessária uma pesquisa detalhada para fazer uma triagem de obras mais amadoras.
  • A principal rival da Amazon no mercado dos ebooks é a canadiana Kobo, que está presente em Portugal em parceria com as lojas fnac. É possível encontrar centenas de livros grátis em português, principalmente de autores portugueses menos conhecidos.
  • Librodot.com, uma página com história. Especializada em títulos de ficção, em particular no género de terror. São mais de 10.000 livros de 1000 autores diferentes.
  • Libroteca.net – Segundo a opinião do El Confidencial, a página Libroteca tem um dos arquivos mais interessantes disponíveis na internet –  inclui obras de autores galardoados com o prémio Nobel e outros autores contemporâneos menos conhecidos. Podemos encontrar ebooks em 11 línguas diferentes.
  • Projeto Gutenberg – Do ponto de vista da acumulação do conhecimento, trata-se de uma das iniciativas mais ambiciosas da internet, escreve o El Confidencial. Documentos, jornais, mapas históricos. Com mais de 40 mil livros disponíveis para download (muitos destes em português), merece a pena passar algum tempo a navegar no arquivo desta página.
  • BiblioEteca – Uma mistura de rede social e arquivo gratuito para viciados em livros, é uma forma de apresentar a BiblioEteca. A grande maioria das obras disponibilizadas neste arquivo são a custo zero e em espanhol.

  • Wikisource é uma espécie de Wikipédia para os livros sem direitos. O objetivo deste projeto é criar uma biblioteca virtual de obras que não tenham direitos de autor. De várias temáticas diferentes.
  • A OpenCulture é de todas as páginas a que tem uma seleção mais ligada à área da filosofia e do cinema. Apesar de todos os livros estarem em inglês, esta página destaca-se pela raridade dos mais de 700 títulos que oferece. Ideal para os mais aficionados no mundo literário.
  • O projetoadamastor.org é um projeto exclusivamente português. Mário de Sá Carneiro, Eça de Queirós, Bernardo Guimarães, Florbela Espanca, Fernando Pessoa ou Machado de Assis, são alguns dos autores que é possível encontrar.
  •  O Luso-livros.net é outro projeto só com livros em português. À semelhança do projetoadamastor.org, disponibiliza muitos autores portugueses e brasileiros clássicos.

Agora, é pesquisar e fazer download.

(Este artigo foi atualizado: foram adicionadas mais duas páginas que disponibilizam livros gratuitos por download, que foram sugeridas pelos nossos leitores no Facebook. Obrigado.)

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Livros

Livros para o Natal (I)

João Carlos Espada

Três livros sobre a indispensável associação entre liberdade e sentido pessoal de dever.

Morte

Xutos & Pontapés na Igreja e no Estado

P. Gonçalo Portocarrero de Almada

Não podendo o Parlamento honrar todos os cidadãos falecidos, é razoável que reserve as suas homenagens para os portugueses que mais se distinguiram pelo seu saber e serviço à comunidade.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site