Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Esta semana escolhemos não um álbum de uma banda, mas uma coletânea com temas de vários artistas. Música feita numa das regiões culturalmente mais dinâmicas e interessantes: Leiria. Fica no centro do país e não é só no mapa, é também na tradição da cultura musical portuguesa, isso fica bem expresso na compilação “Leiria Calling”, que reúne 11 bandas da região. É uma homenagem à criatividade e diversidade da música de Leiria, produzida pela Omnichord Records.

A música e a cultura da cidade estão por todo o lado. Leiria tem um jornal local que dedica um terço das suas páginas à cultura e organiza um festival gratuito com 50 bandas num só dia, espalhadas por diferentes palcos na cidade. E tem a Preguiça, um magazine cultural que avisa “depois dizes que não há nada para fazer”. Mas há. Já este mês a cidade acolhe o festival gótico Entremuralhas, um dos mais importantes do mundo. A edição deste ano decorre entre os dias 28 e 30 e conta com a participação de 15 bandas, apresentadas no cenário único do castelo da cidade.

A compilação “Leiria Calling” traduz a diversidade de influências musicais da região, que vão da electrónica ao punk, do experimental ao metal. Escolhemos para ilustrar este disco o instrumental “Circustances” de André Barros, mas poderia ter sido outro tema qualquer. Este disco é não só uma montra de música, mas também uma coleção das várias influências musicais e da oferta eclética da cidade de Leiria.

 

Alinhamento:

1. Nice Weather For Ducks – 2012
2. First Breath After Coma – Shoes For Man With No Feet
3. Bússola – Come Home
4. Les Crazy Coconuts – Belong
5. Born A Lion – What I Know
6. The Allstar Project – Abadeh (part II)
7. Nuno Rancho & A Few Fingers – From Pale To Red
8. André Barros – Circustances
9. Yesterday – The Uniter
10. Les Enfants Terribles – Leiria
11. Horse Head Cutters – Slaves Of Sound
12. Nice Weather For Ducks – Spaceship