O icónico vestido de “Material Girl”, peças do guarda-roupa do filme “Evita”, lingerie de uma produção fotográfica, letras de músicas escritas à mão e até um diário/agenda de 1988 são alguns dos objetos de Madonna que vão ser leiloados no início de novembro, constituindo uma das maiores coleções de peças ligadas à estrela da música pop.

O leilão está a cargo da Julien’s Auctions, casa especializada em vender artigos relacionados com celebridades, e vai acontecer nos dias 7 e 8 de novembro. Entre o espólio e para além do vestido cor-de-rosa que deu a Madonna ares de Marilyn Monroe e que deve atingir 40 mil dólares – a peça com a estimativa mais alta -, estão também cerca de 30 peças de vestuário e joalharia usadas pela diva enquanto interpretava Evita Péron no musical “Evita”. Outros fatos memoráveis como os utilizados nos vídeos de “Music” ou “American Pie” também vão ser vendidos.

Há ainda um conjunto de lingerie utilizado numa sessão fotográfica para a capa da revista V Magazine e outros artigos mais inusitados como os prémios que distinguiram a cantora ao longo dos anos, apontamentos da diva sobre a coreografia de uma das suas digressões, letras de músicas escritas à mão, contratos de filmes, um diário/agenda de 1988 onde constam encontros com o seu então marido Sean Penn, um documento do seu divórcio com Penn, cheques e ainda o livro de finalista de liceu autografado pela própria Madonna.

Os artigos em causa não pertencem a Madonna e fazem parte de coleções privadas, segundo representantes da cantora já vieram esclarecer. Os objetos vão poder ser arrematados através da internet e vão estar todos em exposição em Beverly Hills entre 3 e 7 de novembro.