De acordo com a Companhia Nacional de Bailado (CNB), o espetáculo vai estar em palco no Teatro Camões até 15 de fevereiro, às 21h00, e aos domingos às 16h00.

A partir da memória do corpo da bailarina Barbora Hruskova, e das marcas que a carreira e a vida profissional deixaram no seu corpo, o encenador Tiago Rodrigues criou este espetáculo, que inicia as apresentações da CNB em 2015. O próprio título do espetáculo evoca essa memória do corpo de uma primeira bailarina, pois ao longo da sua carreira é sempre a perna esquerda a mais esforçada e a que sofre mais desgaste.

Tiago Rodrigues já tinha sido convidado para um dos projetos na área de aproximação à dança, mas como encenador é a primeira vez que trabalha com a companhia.

O dramaturgo, produtor e encenador revisita a carreira da bailarina Barbora Hruskova – que fala e dança em palco, acompanhada por Mário Laginha, ao piano – e as marcas que essa vida traçou no seu corpo.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Em 2014, a CNB fez uma homenagem a Barbora Hruskova, bailarina principal da companhia que terminou a carreira nesse ano e fez a despedida com o bailado “Giselle”.

De nacionalidade francesa, Barbora Hruskova ingressou na CNB em 2003, como primeira bailarina, após ter passado pela Companhia de Bailado de São Francisco, nos Estados Unidos, e pelo Ballet Real da Flandres, na Bélgica.