O trepador espanhol Rafael Valls (Lampre) confirmou neste domingo a vitória na Volta a Omã em bicicleta, após a sexta e última etapa, ganha pelo austríaco Matthias Brändle (IAM), na conclusão de uma fuga iniciada nos primeiros quilómetros.

Valls, que vestiu a camisola vermelha na véspera, ao vencer a etapa-rainha no topo da Montanha Verde, terminou a prova com nove segundos de avanço sobre o norte-americano Tejay van Garderen (BMC) e 19 sobre o seu compatriota Alejandro Valverde (Movistar).

Na última etapa, com partida e chegada em Mascate (133,5 km), Brändle impôs-se aos seus companheiros de fuga, batendo os belgas Iljo Keisse(Etixx-QuickStep), por 04 segundos, e Jef van Meirhaeghe (Topsortv Vlaanderen-Baloise), por 13, e o norte-americano Danny Pate (Sky), por 16.

Os principais corredores chegaram integrados no pelotão, a 1.16 minutos, incluindo o português Rui Costa, companheiro de equipa do vencedor, que terminou na 50.ª posição. Na geral, o campeão do mundo de 2013 ficou em 11.º lugar, a 1.45. Nelson Oliveira, o outro português da Lampre presente em Omã, chegou mais atrasado, em 108.º, a 4.02 minutos, e fechou a prova no 102.º posto da geral, a 20.29.