A Turismo do Centro vai dispensar 26 trabalhadores dos postos municipais de turismo, tendo o seu presidente, Pedro Machado, afirmado esta terça-feira que está a ser negociada a transferência destes funcionários para as autarquias.

Pedro Machado disse à agência Lusa que os trabalhadores em causa deverão passar para o regime de Requalificação (que em 2013 substituiu o quadro da Mobilidade Especial), ao abrigo de “um projeto de reestruturação homologado pelo secretário de Estado do Turismo”, Adolfo Mesquita Nunes, em outubro passado. A notícia foi avançada na tarde de terça-feira pelo canal de televisão da internet Centro TV, de Oliveira do Hospital, que divulgou declarações de Pedro Machado a confirmar a medida, numa peça com o título “Turismo do Centro vai dispensar 26 trabalhadores”.

O presidente da Entidade Regional de Turismo do Centro disse à Lusa que este organismo “quer respeitar o seu programa de reestruturação, de acordo com o que lhe é imposto pela lei”. “O processo de mobilidade deverá estar concluído no primeiro semestre deste ano”, adiantou.

A Turismo do Centro quer “assegurar ao máximo os direitos dos trabalhadores” abrangidos e está a negociar o seu eventual acolhimento pelos municípios. “Estamos a ter respostas positivas de algumas câmaras municipais. Acreditamos que, no final, isso significará a inclusão de todos os trabalhadores”, referiu Pedro Machado.