“A fotografia é a minha musa, a minha profissão e a coisa que vai, sem dúvida alguma, enlouquecer-me um dia”. É assim que o canadiano Taylor Moore descreve a maior paixão que o move. E que também já o trouxe até Portugal. “Eu não fotografo coisas: eu fotografo a forma como as coisas me fazem sentir”, esclarece Moore e acrescenta que em todo o trabalho que faz procura a perfeição.

Desta vez, Moore explorou o mais profundo que existe nas raízes portuguesas de Lisboa e de Sintra. Monumentos históricos, jardins férteis e os elétricos que deslizam nas pedras das calçadas são as paisagens preferidas do fotógrafo. Conheça a capital portuguesa pelos olhos de Taylor Moore e visite o site do artista.