A famosa jornalista espanhola, Sara Carbonero, que se mudou recentemente para Portugal com o marido, o guarda-redes do FC Porto  Iker Casillas, está rendida à voz da fadista portuguesa Carminho.

A jornalista, que pediu licença da estação de televisão Tele 5 para acompanhar o guarda-redes portista, publicou na sua conta de Instagram um comentário à música “Sol, Eu e Tu” do último álbum de Carminho, “Canto”. “Há músicas perfeitas para um domingo chuvoso”, escreveu Carbonero.

O ABC falou com Carminho, num dos cafés de Alfama. “Eu ainda não conheci Sara Carbonero pessoalmente, mas quero dizer que estou muito agradecida por gostar das minhas músicas”, disse Carminho, que aproveitou a deixa para convidar Carbonero e Casillas para o seu próximo concerto em Lisboa, a 27 de novembro, no Campo Pequeno.

A música “Sol, Eu e Tu” que apaixonou Carbonero:

O ABC relembra que a carreira de Carminho ganhou destaque em Espanha quando gravou o dueto “Perdonáme” com Pablo Alboran, que se tornou um grande sucesso e que foi uma porta de entrada no país vizinho. A portuguesa tem conseguido fazer crescer a sua carreira, tendo sido ela a abrir o cartaz da 5ª edição do Festival de Fado em Madrid, em junho.

Carminho explicou ao ABC a sua inspiração. “Beatriz da Conceição foi a minha grande mestre”, disse, recordando depois o dia em que conheceu Amália Rodrigues.

“Foi lá, na casa de fado, onde eu a vi. Sempre admirei a sua coragem, a sua capacidade de fazer o que realmente queria. Foi assim que o fado passeou pelo mundo. A sua beleza residia na segurança de uma mulher que destilava independência”, acrescentou.

Embora a fadista portuguesa respeite a tradição e essência do fado, já arriscou em outras experiências quando por exemplo decidiu colaborar com o músico eletrónico Nicolas Jaar e explicou o porquê. “Ele estava em Lisboa e alguém lhe mostrou o meu álbum. Ele gostou e veio até à Mesa de Frades, uma casa de fados onde eu costumava cantar e perguntou se eu gostaria de me juntar a ele no palco. Aceitei imediatamente”.

A carreira de Carminho, em ascensão, já teve vários momentos marcantes, como por exemplo o convite especial que recebeu em 2012 para cantar com o tenor espanhol José Carrerras, no Pavilhão Atlântico. Carminho terminou a sua entrevista ao ABC afirmando que “O fado é uma forma de vida”.