Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Algumas das fotografias da edição 2016 do Calendário Pirelli já são conhecidas. E tal como prometido em outubro pela marca, o conteúdo desta vez é diferente: em vez de mulheres em posições provocadoras, a conceituada fotógrafa Annie Leibovitz fotografou mulheres “inspiradoras” que marcaram a emancipação da mulher.

A edição foi batizada como “The Cut” porque marca uma viragem de página na forma como a marca expõe as mulheres. Esta segunda-feira, o calendário já está pronto para dar a conhecer o “ambiente intimista” que a fotógrafa quis retratar durante este projeto.

De entre as mulheres escolhidas para figurar no calendário está a tenista Serena Williams ou a cantora Yoko Ono. Entre as 13 que posaram para Annie Leibovitz apenas uma modelo: Natalia Vodianova, a supermodelo russa que chegou a ser a 7ª mais bem paga do mundo e que lançou a aplicação Elbi. Através desta aplicação é possível doar dinheiro para institutos de caridade.

Veja as fotografias lançadas na Internet na fotogaleria.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR