A filial de Singapura da empresa japonesa Nikon abriu um concurso mensal, no principio de janeiro, via Facebook, em que toda a gente pode participar com as respetivas fotografias: “Encante-nos com a sua fotografia monocromática”, é o lema, conta a BBC. As regras para se entrar o concurso dizem que as fotografias têm que ser trabalhos originais, sem especificar as funções de edição que podem ou não ser utilizadas.

Chay Yu Wei registou-se na competição com uma fotografia com o nome “the classic look up” (o clássico olhar para cima). A imagem começou a popularizar-se quase de imediato nas redes sociais, com pessoas a perguntar inclusivamente a Wei quanto tempo teve de esperar para que passasse um avião pelo ângulo em que estava e chegar à foto final. Ora a resposta do autor foi: “Não muito tempo, tive sorte”, acompanhando a frase com um smile.

Uma semana depois da publicação da fotografia, a Nikon anunciava Chay como o vencedor do mês de janeiro. No entanto as reações na Internet não foram bem as esperadas. Começaram a surgir muitas críticas a duvidar da originalidade do trabalho alegando que o avião fotografado de baixo para cima por uma ‘janela’ vertical tinha sido lá colocado através do Photoshop.

A quantidade de suspeitas levaram a um pedido de desculpas por parte da Nikon no dia 30 de janeiro onde afirmou: “Não devemos comprometer os padrões mesmo que para um concurso de fotografia informal” reconhecendo o erro. “Cometemos um erro honesto e a resposta estimulante da comunidade hoje é um lembrete para nós de que o verdadeiro espírito da fotografia está muito viva”.

Nessa mesma noite foia a vez de Chay publicar o seu pedido de desculpas no Instagram:

https://www.instagram.com/p/BBKgxvlrROk/

No longo texto, o concorrente explica que o avião foi adicionado através de uma “edição brincalhona” e que não tinha intenção de “enganar ninguém”. Sobre o facto de ter dito que não teve de esperar muito para conseguir fotografar um avião Chay disse que estava a brincar.

Apesar de tudo admitiu que “passou a linha ao submeter a foto para a competição” pedindo desculpa à Nikon e à comunidade.

Mas as críticas dos internautas não pararam e obrigaram a uma segunda reação por parte da empresa garantindo que irá “fazer a coisa certa pela nossa comunidade e pelos padrões que se esperam da Nikon, e por isso, remover o Look Up das nossas páginas”. Como se não bastasse toda esta polémica e troca de comunicados, nos últimos dias a imprensa local descobriu uma fotografia muito semelhante à de “Look Up” que foi publicada há um ano.