Estreia-se esta segunda-feira às 22h15 a nova série da Fox, “Outcast”. Depois dos zombies, o criador de “The Walking Dead”, Robert Kirkman, volta-se agora para os demónios e as forças negras. Esta história promete fazer as delícias dos amantes do terror e da banda desenhada com o mesmo título.

[veja aqui o trailer]

https://youtu.be/GKJMlq7Xh8I

Em declarações à Entertainment Weekly, Robert Kirkman diz que esta nova série é muito mais assustadora que “The Walking Dead” porque quando vemos os episódios “não sabemos ao certo o que irá acontecer”. “Há um certo grau de incerteza e todas as boas séries de televisão têm esse elemento”, afirmou.

No centro desta história está Kyle Barnes (Patrick Fugit), um homem que vive possuído desde criança. Anos depois de anos e anos atormentado com esta maldição, ele quer encontrar respostas sobre a sua condição, que, convenhamos, não é nada agradável. Para má sorte dele — e de muito mais gente, na verdade — o que descobre pode mudar a vida no nosso planeta.

outcast-issue-1

A capa do primeiro número de “Outcast” em BD

Robert Kirkman conta também que quando a série nos apresenta a personagem principal, já a vida do herói “está completamente arruinada, ele está no limite por causa deste fenómeno que o rodeia e com o qual sempre teve de lidar”. Que é o mesmo que dizer “não há nada a perder”, mais ou menos isso.

A série, que conta com 10 episódios na primeira temporada, promete ser uma mistura entre encontros sobrenaturais, com seres pouco recomendados a amizades, e um enredo que passa também pelas desventuras e descobertas pessoais das várias personagens. Até porque, já se sabe, não há terror sem amor — pelo menos a nós parece-nos uma boa combinação.

[a primeira cena do primeiro episódio]

É numa pequena cidade no estado americano da Carolina do Sul, chamada Rome, que a ação se desenrola. Vamos poder assistir a exorcismos violentos, cenas macabras, mas também uma história mais complexa por detrás de tudo isso.

Como personagens centrais temos Kyle Barnes, também chamado de Outcast, e o Reverendo Anderson (Philip Glenister), que ajudará Kyle a compreender o que se passa com ele. É também o Reverendo que vai servir de peça fundamental para que Barnes perceba como pode usar as suas capacidades fora do comum para lutar contra mal — algo que dá sempre jeito, sobretudo quando estamos a falar de uma série de televisão. Megan Holter (Wrenn Schmidt) é a irmã adotiva de Kyle e é, claro está, o seu apoio depois de todas as desgraças pelas quais tem passado a vida inteira.

outcast

A série é baseada numa banda desenhada criada nos Estados Unidos em 2014, por Robert Kirkman e o artista Paul Azaceta. Já conta com 18 números publicados. Esta série tinha já confirmada uma segunda temporada mesmo antes da primeira ter estreado, fenómeno pouco habitual e que pode ser uma boa indicação para o que aí vem.