A adaptação de “Silence” ao cinema tem tido uma longa espera. Há 26 anos que Martin Scorsese tem trabalhado nesta ideia: a de transformar o livro de 1966 do escritor japonês Shusaku Endo em filme. Foram agora reveladas as primeiras imagens no trailer oficial:

[Veja aqui o trailer:]

A história de “Silence” decorre no Japão do séc. XVII. Dois padres jesuítas portugueses, Sebastião Rodrigues (Andrew Garfield) e Francisco Garrpe (Adam Driver), partem em missão para espalhar a fé católica aos japoneses e para procurar o seu mentor espiritual, o padre Cristóvão Ferreira (Liam Neeson), que terá renunciado publicamente a sua fé.

O filme retrata a perseguição e tortura de que os cristãos eram vítimas no Japão naquele que ficou conhecido pelo período de Edo. O argumento, ainda que baseado no livro de Shusaku Endo, é assinado pelo próprio Scorsese, em conjunto com Jay Cocks, habitual colaborador do americano.

Segundo o The Telegraph, o filme terá a sua estreia mundial no Vaticano, já no próximo dia 29 de novembro. A estreia nos Estados Unidos será a 23 de dezembro e em Portugal espera-se que chegue às salas em janeiro.

Martin Scorsese sempre falou do interesse em fazer a adaptação de “Silence” ao cinema. Mas fazer este filme foi uma verdadeira aventura. Depois de vários falsos arranques na produção, a rodagem esteve para começar em 2009 com Daniel Day-Lewis e Benicio Del Toro nos principais papéis. Por razões que continuam por esclarecer, estes planos acabaram por não ser concretizados.

O cineasta descobriu o livro numa viagem ao Japão, em 1989, quando esteve naquele país para interpretar o papel de Van Gogh no filme “Sonhos de Akira Kurosawa”. Depois de “O Lobo de Wall Street”, de 2014, decidiu que “Silence” seria o seu filme seguinte e acabou por conseguir manter o compromisso. Rodou-o durante oito meses em Taiwan, com uma equipa de 750 pessoas e conseguindo que as estrelas que o protagonizam — Neeson, Garfield e Driver — aceitassem ser pagos pela tabela salarial da Screen Actors Guild americana e não de acordo com o estatuto de celebridade que os acompanha.

O arranque da produção deu-se, finalmente, em 2014 com um elenco totalmente novo e definitivo. E apesar de ainda não ter sido estreado, o site Deadline cita o produtor do realizador americano, Irwin Winkler, que considera “Silence” o melhor filme de Martin Scorsese — Winkler que também produziu clássicos como “Touro Enraivecido” ou “Tudo Bons Rapazes”. E com a estreia americana marcada para ainda antes do Natal, “Silence” promete ser um dos principais concorrentes aos Óscares do ano que vem.