É oficial. Depois de na semana passada ter abandonado o FC Porto, Nuno Espírito Santo foi esta quarta-feira anunciado como treinador do Wolverhampton. No clube inglês, que terminou o Championship em 15º lugar, Nuno encontrará dois portugueses: Hélder Costa e Ivan Cavaleiro.

A chegada do treinador português ao Wolverhampton beneficiou (tal como as idas para o Rio Ave ou o Valência) da influência do seu empresário de longa data, Jorge Mendes, no clube do segundo escalão inglês. Não é segredo que Mendes é próximo de Jeff Shi, empresário ligado à Fosun — empresa chinesa que adquiriu o clube — e diretor do Wolverhampton.

Quando a Fosun assumiu o clube, Shi diria: “O Jorge é um amigo, é um dos agentes com quem vamos trabalhar e alguns dos seus representados podem chegar ao clube”.

Seguem com Nuno até Inglaterra os adjuntos Rui Pedro Silva, Rui Barbosa e António Dias.

No site do Wolverhampton pode ler-se: “Estamos muito felizes por saber que o Nuno partilha a mesma filosofia no futebol que nós. Ele teve um histórico impressionante nas principais divisões em Espanha e em Portugal, e levou o Porto às eliminatórias da Liga dos Campeões na temporada passada”.