Tsanko Arnaudov voltou a bater o recorde de Portugal do lançamento do peso, ao arremessar a 21,56 metros, durante a I Liga dos Campeonatos da Europa de seleções, que está a decorrer em Vaasa, Finlândia. O já recordista nacional ganhou destacado o concurso, no que foi uma das duas vitórias lusas do dia – a outra foi de Patrícia Mamona (triplo salto).

O atleta, de 25 anos, melhorou a marca por larga margem, já que o anterior máximo era de 21,08 e tinha sido fixado a 04 de março deste ano, em Belgrado, quando foi quarto posicionado nos Europeus de pista coberta.

Dispondo de quatro lançamentos, fez nulo ao quarto, depois de 19,79, 21,56 e 20,51 – qualquer um destes lançamentos lhe bastava para ganhar. Com esta marca, Tsanko sobe a sétimo melhor mundial do ano, segundo europeu.

“O importante nesta prova era conseguir os 12 pontos, dei o meu melhor. Já pressentia o recorde, mas fico mais feliz pela conquista dos 12 pontos”, disse no final do concurso o lançador português.

Para Tsanko, “o objetivo está cumprido”, agora o resto dos campeonatos é para apoiar a equipa: “vou apoiar os resultados dos meus colegas nas suas competições, vamos tentar subir à Superliga”.

“Sentia-me bem, mas não sabia que era tão bem”, acrescentou ainda, antes de admitir algum possível desgaste, “atendendo ao cansaço de uma viagem de 17 horas”.

“Fico orgulhoso por bater o recorde nesta competição, agora vamos trabalhar para mais”, disse ainda, sem querer traçar metas para os Mundiais. “Não posso ainda falar de objetivos para Londres, agora é tempo de descansar e recuperar bem”.