Star Wars

“Star Wars: Os Últimos Jedi”. Adam Driver, que interpreta Kylo Ren, pode ter dado um spoiler gigante

Adam Driver, o ator que dá vida ao vilão Kylo Ren, pode ter deixado escapar um enorme spoiler sobre o próximo filme da saga "Star Wars". Em entrevista à GQ, Driver deixou milhões de fãs curiosos.

Adam Driver pode ter falado demais sobre o Episódio VIII da saga "Star Wars"

Getty Images

“Star Wars: O Despertar da Força” chegou às salas de cinema em 2015. E com ele, uma nova personagem tornou-se parte do imaginário que arrasta multidões desde 1977. Rey, protagonista desse Episódio VII, apareceu vinda não se sabe bem de onde nem se sabe bem de quem; ainda assim, todos se apaixonaram por ela. A origem da rapariga tornou-se tema central de muitas discussões entre fãs e o tópico preferido das perguntas feitas aos atores e ao realizador de “Star Wars: Os Últimos Jedi”, o próximo capítulo da saga que chega já em dezembro.

No princípio do mês de outubro, chegou o trailer. E milhões de pessoas no mundo inteiro ficaram de queixo caído. Luke Skywalker falava na “força crua” de Rey e esta, com um ar desesperado, pedia a Kylo Ren que lhe mostrasse “o seu lugar em tudo isto”. O vilão estendeu-lhe a mão e instalaram-se as dúvidas. Será que Rey pertence ao lado negro da Força?

Só que Adam Driver, o ator que interpreta Kylo Ren, pode ter falado mais do que devia e revelado muito daquilo que toda a gente quer saber. Numa entrevista à GQ, quando questionado sobre os pontos de interesse de “Star Wars: Os Últimos Jedi”, Driver respondeu o seguinte: “Temos a identidade escondida de uma princesa que está a esconder quem realmente é para poder sobreviver e ela e o Kylo Ren acabam por se esconder atrás de muitos artifícios”.

Mas então, Rey é uma princesa? Isso quer dizer que é filha da Princesa Leia? Ou seja, irmã de Kylo Ren? Mais especificamente, uma Skywalker? Não sabemos.

Claro que Adam Driver também se pode estar a referir a uma espécie de cliché de “princesa em fuga”, como se Rey estivesse a fugir de algo que quer ficar com o seu enorme poder. Mas esta pequena escorregadela do ator alimenta a teoria que surgiu quando Bob Iger, CEO da Disney, referiu num comunicado que o Episódio VIII da saga é “um próximo capítulo ótimo sobre a icónica família Skywalker”. Ou seja, que este filme é sobre os Skywalker. Quando – oficialmente – nada dizia que Rey pertenceria à família.

Ninguém sabe o que é ou não verdade, por isso, o melhor é mesmo esperar por 14 de dezembro, dia em que “Star Wars: Os Últimos Jedi” chega às salas de cinema portuguesas.

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Global Shapers

Quando chegará o último Aquarius?

Hugo Menino Aguiar

É preciso conciliar a liberdade de movimento enquanto direito humano fundamental e a gestão económica, cultural e social das migrações - e permitir que esta segunda vertente seja sobrevalorizada.

Eleições Europeias

Querida Europa...

Inês Pina

Sabemos que nos pedes para votarmos de cinco em cinco anos, nem é muito, mas olha é uma maçada! É sempre no dia em que o primo casa, a viagem está marcada, em que há almoço de família…

Educação

Aprendizagem combinada: o futuro do ensino

Patrick Götz

Só integrando a tecnologia na escola se pode dar resposta às necessidades do futuro, no qual os futuros trabalhadores, mesmo que não trabalhando na indústria tecnológica, terão de possuir conhecimento

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)