Começou a Feira do Livro no Porto e com ela chegaram as promoções especiais, inéditos e novidades, bem como aquelas pechinchas raras, verdadeiros achados que ficam na retina de qualquer leitor compulsivo. Entre os vários que não quiseram faltar ao primeiro dia, Marcelo Rebelo de Sousa foi a presença mais notória. Tirou muitas selfies e distribuiu beijinhos, um vasto capítulo na sua obra presidencial, e nos entrementes lá teve tempo de conversar com os livreiros e de forrar a biblioteca pessoal. Não Respire, de Pedro Rolo Duarte (14,90€), foi a primeira compra do Presidente da República, “para recordar uma pessoa amiga e muito talentosa”. Tempo não faltará para o ler, garante enquanto enumera as várias viagens que terá pela frente. “Como não durmo nos aviões e depois também não durmo quando chego aos destinos, por causa da mudança de hora, devo dizer que é uma ótima ocasião para devorar mais livros.” Cerca de “uma dúzia” é o que leva na bagagem, “sim, porque o Sr. Presidente da Câmara me ofereceu vários”, escolhas não faltam de certeza. O Observador aproveitou o embalo e, de bloco na mão, fizemos uma lista de boas compras para as próximas duas semanas.

Livros do dia

Já é uma campanha habitual da Feira do Livro. Diariamente, os expositores escolhem um ou mais livros para destacarem como “livro do dia”, o que significa que nesses títulos os descontos começam a partir dos 40%. A informação está disponível no site do evento, que vai divulgando a lista de livros do dia com alguma antecedência. Para este fim-de-semana, dia 8 e 9 de Setembro, há destaques de encher o olho, como as obras Rayuela de Julio Córtazar (15,29€), na Cavalo de Ferro, ou A amiga genial (10€), na Relógio d’Água, para quem se quiser iniciar na famosa tetralogia da autora italiana Elena Ferrante. No domingo, a editora E-Primatur terá como destaque a Obra Essencial de Mário de Sá-Carneiro – Edição do Centenário (14,90€) e para os amantes e estudiosos da arquitetura, o livro Álvaro Siza, 1954-76 (148€), da editora Blau, não parecerá uma excentricidade.

Inéditos

Ir à Feira do Livro é também uma oportunidade de descobrir alguns inéditos. Falámos por exemplo da primeira tradução do poeta Carl Sandburg para português, promovida pela Flâneur. Antologia Poética (11,70€), edição bilingue traduzida por Alexandre O’Neill nos anos 60, é o lançamento número um desta livraria que no início do ano fundou também a sua própria editora. Apesar de ser um quase desconhecido dos leitores portugueses, a cara do poeta americano não é estranha. Como nos contou Arnaldo, um dos fundadores da Flâneur, a inspiração para o “E.T.” de Steven Spielberg veio da combinação das feições de Sandburg e de Albert Einstein. Curioso? Então que dizer da Traga-Mundos, a livraria de Vila Real que tem uma regra única no mercado livreiro: só comercializa livros que falam de Trás-os-Montes ou de autores transmontanos. A ideia foi de António Alberto Alves que já conta com mais de 600 títulos no seu catálogo. Usos e desusos das terras de Tourém, do antropólogo galego Diego Amoedo Martínez (16,11€), é uma das novidades que trouxe para a Feira do Livro. Já a Poetria, vizinha da frente da Traga-Mundos, dedica-se em exclusivo ao teatro e à poesia. É por isso a única livraria na feira que comercializa as edições Sistema Solar, Companhia das Ilhas e do Teatro Nacional S. João, que em breve será a casa do segundo espaço desta livraria portuense.

Alfarrabistas

Aqui há muito por onde escolher, desde que ninguém se importe de levar para casa livros em segunda mão, alguns até com dedicatórias, “para o meu sobrinho que já entrou na idade adulta” ou simples mensagens de parabéns. Organizados quase todos por preço, que vão do irresistível 1€, passando por 2,50€, 5€, 7,50€ e por aí fora, encontrámos os três volumes do D. Quixote de La Mancha de Miguel Cervantes (5€ cada), na versão de Aquilino Ribeiro ou o 25 de Abril de José Cardoso Pires em Alexandra Alpha (€2,50). Sexus e Nexus (5€ cada) também andam por lá, só faltou encontrar Plexus, a peça do meio que completa esta trilogia de Henry Miller. Outros autores como Kafka, Paul Auster, Virgina Wolf, Albert Camus, Stefan Zweig, Alberto Moravia ou Alfred Döblin são fáceis de descobrir – e até a Anita, agora rebatizada de Martine, não quis deixar de fazer uma surpresa aos leitores mais saudosos.

Homenagem a José Mário Branco

Este ano a Feira do Livro do Porto homenageia José Mário Branco, que hoje estará à conversa com Anabela Mota Ribeiro, às 18h, à boleia do tema “No Princípio Era a Canção”. Quem não ficou indiferente a este tributo foi a Calendário de Letras, dedicando um espaço central no seu stand ao cantor e compositor revolucionário. Aqui poderá encontrar o livro José Mário Branco – O Canto da Inquietação de Octávio Fonseca Silva (15€) e edições raras da revista Mundo da Canção, com um jovem José Mário Branco na capa: o número 25 do Ano III (1972) e o número 34 do ano IV (1973), esta última com uma inscrição “este número viajou diretamente da tipografia para os armazéns da ex-PIDE/DGS e aí passou 13 longos meses! Voltou a encontrar a liberdade depois do 25 de Abril.”

Ficção científica

É um estilo que já teve tempos gloriosos, mas não é por isso que deixa de cativar um público considerado dos mais fiéis do mercado. A garantia é dada pela Europa América, editora que continua a apostar na ficção científica como prato forte das suas ofertas (para além das promoções “pague 2 leve 3”). O britânico Arthur C. Clarke, autor de várias obras visionárias do século XX, e que inspirou Kubrick para “2001: Odisseia no Espaço”, é um dos mais representados no género. Encontro com Rama e as suas respectivas sequelas podem ser compradas a partir de €11,66. Também Isaac Asimov e Ben Bova estão aqui representados a preços semelhantes.

Livros Infantis

No catálogo da Livros Horizonte há mais de cem títulos que fazem parte do Plano Nacional de Leitura. Não é pois de estranhar que a secção infanto-juvenil ocupe praticamente metade do expositor desta editora na Feira do Livro. O Cuquedo (8,50€) de Clara Cunha, com ilustração de Paulo Galindro, é uma das grandes atrações que não passará despercebida aos pequenos leitores da pré-escolar, bem como as coleções das histórias de pintores famosos, onde Vincent Van Gogh e as cores do vento (6€) ou Apresento-vos Klimt (6€) mais se destacam.

Poemas que saem numa gumball machine

Cinquenta cêntimos, é quanto custam os versos de Luís de Camões, Florbela Espanca, Camilo Pessanha ou Fernando Pessoa na E-Primatur. Tal como nas típicas máquinas dos cafés, gira-se a pequena manivela e em vez de sair um brinde, cada bola mágica reserva-nos um excerto de um poema, em português e inglês para todos perceberem. É uma brincadeira simbólica que pode muito bem servir de recordação desta Feira do Livro.