[Trânsito intenso, carros à frente a impedir que se chegue a horas]. “Despacha-te, não vamos chegar atrasados”. Resposta: “Queres o quê, que passe por cima?”. Este sarcasmo pode ser comum no trânsito em qualquer cidade, mas foi este tipo de situações que levaram o magnata Elon Musk a procurar uma solução. Não, não foram carros voadores. São plataformas nas estradas que descem os carros para túneis debaixo das cidades e os aceleram entre 200 e 300 quilómetros por hora. A promessa foi feita em 2016, esta terça-feira é revelado o primeiro protótipo, anunciou Musk no Twitter.

O primeiro túnel foi criado nas instalações da SpaceX, a empresa de transporte espacial fundada por Elon Musk. Tem cerca de 9 metros de largura, 15 metros de comprimento e está a 4,6 metros de profundidade. A inauguração desta esperada solução para o transporte nas cidades estava prevista para dia 10 de dezembro, mas foi adiada para esta terça-feira. Segundo o inventor, vai ser “mais do que a abertura de um túnel”. No Twitter, Musk explicou que este teste vai mostrar as plataformas de elevação e a forma como os carros são transportados.

[Veja no vídeo como Elon Musk quer resolver as filas de trânsito, ao colocar os carros a circular a 240 km por hora]

O projeto inovador de Musk começou em 2016, quando o fundador da Paypal e presidente executivo da Tesla disse no Twitter que o trânsito o estava “a enlouquecer” e que ia construir uma escavadora para “começar a escavar”. Desde aí, o polémico empresário até vendeu lança-chamas e bonés apenas para financiar este projeto, que classifica como “um hobby”. Pelo meio, foi também mostrando os desenvolvimentos deste túnel com vídeos da construção que, pelo que revelou o Business Insider, até tem uma torre medieval, numa alusão a um sketch de um filme dos Monty Python.

Lança-chamas. O novo brinquedo de Elon Musk rendeu quase 3 milhões de euros em menos de 24 horas

Inicialmente a Boring Company ia iniciar os primeiros testes dos túneis de transportes rápido de automóveis em Los Angeles, mas essa expansão da construção foi abandonada pelo atual terreno nas instalações da SpaceX onde Musk desenvolveu este primeiro túnel. A solução foi esta para permitir que a construção desta primeira infraestrutura pudesse avançar sem autorizações governamentais.

[vídeo da construção do túnel partilhado por Musk no Instagram que foi, posteriormente, apagado quando o empresário saiu da rede social]

O empresário tem brincado com a construção deste túnel. Numa entrevista em setembro, Elon Musk afirmou que ia “construir um túnel, e se calhar vai ser bem sucedido, e se calhar não vai ser”. No Twitter, tem partilhado alguns comentários da construção deste “hobby” e chegou a referir o projeto como “uma graça” em que tem investido.

Inicialmente Musk prometeu que ia oferecer viagens gratuitas neste túnel ao público. Contudo, no site oficial da empresa essa informação foi alterada devido ao grande interesse que espoletou e agora só será possível experimentar este túnel “a convite”.

Elon Musk, através da Tesla e da SpaceX, tem também desenvolvido outro projeto de transporte de alta velocidade, o Hyperloop. Esta alternativa de transporte, apesar de poder funcionar em túneis, é pensada para veículos próprios em túneis de vácuo em vez de, como promete a Boring Company, transportar carros em placas especiais em túneis debaixo das cidades.