Está longe de ser um encontro improvável entre músico e ator. Em 1996, a dupla cruzava-se no filme “Basquiat”, de Julian Schnabel, e em 2013 Gary Oldman figurava no vídeo “The Next Day” de David Bowie. O reencontro surge agora sob a forma de uma nova app, que recupera a vasta mostra que arrancou em 2013 no museu londrino Victoria&Albert, e que perpetua o legado do eterno Ziggy Stardust.

Em David Bowie is…, assim se chama a aplicação, é a vez de o protagonista de “A Hora Mais Negra” emprestar a sua voz à narração da história, que aposta na realidade aumentada e numa visita sem horários nem prazos de validade à exposição. Os fãs vão poder navegar pelo acervo apresentado, entre fatos icónicos, letras, vídeos e outro material original.

A app, disponível para os sistemas iOS e Android, é lançada esta terça-feira, 8 de janeiro, data de nascimento do músico britânico, cuja morte será evocada uns dias adiante — Bowie morreu a 10 de janeiro de 2016. Custará 7,99 libras (cerca de 8,91€) e a avaliar pelas primeiras impressões do The Guardian, sobra alguma frustração no rescaldo da experiência. É fazer o teste. E se tudo o resto falhar, voltar aos discos, sempre.