Rádio Observador

Prémios Emmy

“Guerra dos Tronos” com número recorde de nomeações para os Emmys

136

A produção da HBO bateu o recorde de nomeações uma série numa só temporada. “The Marvelous Mrs. Maisel”, da Amazon, ficou em segundo, com 19 nomeações. Emmys decorrem a 22 de setembro.

A HBO, canal que produz a série "Guerra dos Tronos", recebeu 137 nomeações para a edição de 2019 dos Emmy Awards

A “Guerra dos Tronos” recebeu 32 nomeações nas 26 categorias dos Emmy Awards, incluindo de melhor série de drama, foi anunciado esta terça-feira. Apesar do final controverso, que criou uma onda de indignação entre os fãs da história criada por George R.R. Martin, a produção da HBO conseguiu bater o recorde de nomeações para os importantes prémios de televisão de uma série numa só temporada.

Mas a “Guerra dos Tronos” não é a única série da HBO a receber um número elevado de nomeações para os Emmys. O sucesso “Chernobyl” recebeu 18 e “Barry” 17. A segunda produção a reunir mais nomeações, ainda que uma grande margem, foi a comédia da Amazon “The Marvelous Mrs. Maisel”, com 19.

Ao todo, a Amazon reuniu 47 nomeações, mas acabou por ficar muito atrás da HBO (com umas impressionantes 137) e Netflix (117). A estação televisiva NBC ficou colocada em terceiro lugar, com 58.

A 71.ª edição dos Emmy Awards vai decorrer a 22 de setembro no Microsoft Theater, em Los Angeles. O apresentador deste ano ainda não foi revelado.

A lista dos nomeados nas categorias mais importantes é a seguinte:

Melhor série de drama

  • “Game of Thrones” (HBO);
  • “Succession” (HBO);
  • “Killing Eve” (BBC America);
  • “Bodyguard” (Netflix);
  • “Ozark” (Netflix);
  • “Pose” (FX);
  • “Better Call Saul” (AMC);
  • “This Is Us” (NBC).

Melhor série de comédia

  • “Veep” (HBO);
  • “Barry” (HBO);
  • “The Marvelous Mrs. Maisel” (Amazon);
  • “Fleabag” (Amazon);
  • “The Good Place” (NBC);
  • “Schitt’s Creek” (Pop);
  • “Russian Doll” (Netflix);

Melhor mini-série

  • “Chernobyl” (HBO);
  • “Escape at Dannemora” (Showtime);
  • “When They See Us” (Netflix);
  • “Fosse/Verdon” (FX);
  • “Sharp Objects” (HBO).

Melhor ator numa série de drama

  • Kit Harington, em “Game of Thrones” (HBO);
  • Billy Porter, em “Pose” (FX);
  • Bob Odenkirk, em “Better Call Saul” (AMC);
  • Jason Bateman, em “Ozark” (Netflix);
  • Sterling K. Brown, em “This is Us” (NBC);
  • Milo Ventimiglia, em “This is Us” (NBC).

Melhor ator numa série de comédia

  • Bill Hader, em “Barry” (HBO);
  • Ted Danson, em “The Good Place (NBC);
  • Don Cheadle, em “Black Monday” (Showtime);
  • Michael Douglas, em “The Kominsky Method” (Netflix);
  • Anthony Anderson, em “Black-ish” (ABC);
  • Eugene Levy, em “Schitt’s Creek” (Pop).

Melhor ator numa mini-série ou filme

  • Mahershala Ali, em “True Detective” (HBO);
  • Benicio del Toro, em “Escape at Dannemora” (Showtime);
  • Hugh Grant, em “A Very English Scandal” (Amazon);
  • Jared Harris, em “Chernobyl” (HBO);
  • Sam Rockwell, em “Fosse/Verdon” (FX);
  • Jharrel Jerome, em “When They See Us” (Netflix).

Melhor ator secundário numa série de drama

  • Chris Sullivan, em “This Is Us” (NBC);
  • Alfie Allen, em “Game of Thrones” (HBO);
  • Jonathan Banks, em “Better Call Saul” (AMC);
  • Nikolaj Coster-Waldau, em “Game of Thrones” (HBO);
  • Peter Dinklage, em “Game of Thrones” (HBO);
  • Michael Kelly, em “House of Cards” (Netflix);
  • Giancarlo Esposito, em “Better Call Saul” (AMC).

Melhor ator secundário numa série de comédia

  • Alan Arkin, em “The Kominsky Method” (Netflix);
  • Anthony Carrigan, em “Barry” (HBO);
  • Tony Hale, em “Veep” (HBO);
  • Tony Shalhoub, em “The Marvelous Mrs. Maisel” (Amazon);
  • Henry Winkler, em “Barry” (HBO);
  • Stephen Root, em “Barry” (HBO).

Melhor ator convidado numa série de drama

  • Michael Angarano, em “This Is Us” (NBC);
  • Bradley Whitford, em “The Handmaid‘s Tale” (Hulu);
  • Ron Cephas Jones, em “This Is Us” (NBC);
  • Kumail Nanjiani, em “The Twilight Zone” (CBS);
  • Glynn Turman, em “How To Get Away With Murder” (ABC);
  • Michael McKean, em “Better Call Saul” (AMC).

Melhor ator convidado numa série comédia

  • Peter MacNicol, em “Veep” (HBO);
  • John Mulaney, em “Saturday Night Live” (NBC);
  • Adam Sandler, em “Saturday Night Live” (NBC);
  • Matt Damon, em “Saturday Night Live” (NBC);
  • Robert De Niro, em “Saturday Night Live” (NBC);
  • Rufus Sewell, em “The Marvelous Mrs. Maisel” (Amazon);
  • Luke Kirby, em “The Marvelous Mrs. Maisel” (Amazon).

Melhor atriz convidada numa série de drama

  • Cherry Jones, em “The Handmaid’s Tale” (Hulu);
  • Cicely Tyson, em “How to Get Away with Murder” (ABC);
  • Carice van Houten, em “Game of Thrones” (HBO);
  • Jessica Lange, em “American Horror Story: Apocalypse” (FX);
  • Phylicia Rashad, em “This Is Us” (NBC);
  • Laverne Cox, em “Orange is the New Black” (Netflix).

Melhor atriz convidada numa série de comédia

  • Jane Lynch, em “The Marvelous Mrs. Maisel” (Amazon);
  • Maya Rudolph, em “The Good Place” (NBC);
  • Emma Thompson, em “Saturday Night Live” (NBC);
  • Sandra Oh, em “Saturday Night Live” (NBC);
  • Kristin Scott Thomas, em “Fleabag” (Amazon);
  • Fiona Shaw, em “Fleabag” (Amazon).

Melhor ator secundário numa mini-série ou filme

  • Asante Blackk, em “When They See Us” (Netflix);
  • Paul Dano, em “Escape at Dannemora” (Showtime);
  • John Leguizamo, em “When They See Us” (Netflix);
  • Ben Whishaw, em “A Very English Scandal” (Amazon);
  • Michael Kenneth Williams, em “When They See Us” (Netflix);
  • Stellan Skarsgard, em “Chernobyl” (HBO).

Melhor atriz numa série de drama

  • Sandra Oh, em “Killing Eve” (BBC America);
  • Jodie Comer, em “Killing Eve” (BBC America);
  • Emilia Clarke, em “Game of Thrones” (HBO);
  • Laura Linney, em “Ozark” (Netflix);
  • Robin Wright, em “House of Cards” (Netflix);
  • Mandy Moore, em “This Is Us” (NBC);
  • Viola Davis, em “How to Get Away With Murder” (ABC).

Melhor atriz numa série de comédia

  • Julia Louis-Dreyfus, em “Veep” (HBO);
  • Rachel Brosnahan, em “The Marvelous Mrs. Maisel” (Amazon);
  • Phoebe Waller-Bridge, em “Fleabag” (Amazon);
  • Natasha Lyonne, em “Russian Doll” (Netflix);
  • Christina Applegate, em “Dead to Me” (Netflix);
  • Catherine O’Hara, em “Schitt’s Creek” (Pop).

Melhor atriz numa mini-série ou filme

  • Amy Adams, em “Sharp Objects” (HBO);
  • Patricia Arquette, em “Escape at Dannemora” (Showtime);
  • Joey King, em “The Act” (Hulu);
  • Michelle Williams, em “Fosse/Verdon” (FX);
  • Niecy Nash, em “When They See Us” (Netflix);
  • Aunjanue Ellis, em “When They See Us” (Netflix).

Melhor atriz secundária numa série de drama

  • Julia Garner, em “Ozark” (Netflix);
  • Lena Headey, em “Game of Thrones” (HBO);
  • Sophie Turner, em “Game of Thrones” (HBO);
  • Maisie Williams, em “Game of Thrones” (HBO);
  • Fiona Shaw, em “Killing Eve” (BBC America);
  • Gwendoline Christie, em “Game of Thrones” (HBO).

Melhor atriz secundária numa série de comédia

  • Alex Borstein, em “The Marvelous Mrs. Maisel” (Amazon);
  • Anna Chlumsky, em “Veep” (HBO);
  • Sian Clifford, em “Fleabag” (Amazon);
  • Olivia Colman, em “Fleabag” (Amazon);
  • Kate McKinnon, em “Saturday Night Live” (NBC);
  • Betty Gilpin, em “GLOW” (Netflix);
  • Marin Hinkle, em “The Marvelous Mrs. Maisel” (Amazon);
  • Sarah Goldberg, em “Barry” (HBO).

Melhor atriz secundária numa mini-série ou filme

  • Patricia Clarkson, “Sharp Objects” (HBO)
  • Patricia Arquette, “The Act” (Hulu)
  • Emily Watson, “Chernobyl” (HBO)
  • Marsha Stephanie Blake, “When They See Us” (Netflix)
  • Vera Farmiga, “When They See Us” (Netflix)
  • Margaret Qualley, “Fosse/Verdon” (FX)

Melhor filme produzido para a televisão

  • “Brexit: The Uncivil War” (HBO);
  • “King Lear” (Amazon);
  • “Deadwood: The Movie” (HBO);
  • “My Dinner With Hervé” (HBO).

Melhor talk show

  • “Last Week Tonight With John Oliver” (HBO);
  • “The Late Show With Stephen Colbert” (CBS);
  • “The Late Late Show with James Corden” (CBS);
  • “Jimmy Kimmel Live” (ABC);
  • “Full Frontal With Samantha Bee” (TBS);
  • “The Daily Show With Trevor Noah” (Comedy Central).

Melhor reality show

  • “RuPaul’s Drag Race” (VH1);
  • “The Amazing Race” (CBS);
  • “The Voice” (NBC);
  • “Top Chef” (Bravo);
  • “American Ninja Warrior” (NBC);
  • “Nailed It!” (Netflix).

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: rcipriano@observador.pt
Privacidade

Gratuito é mentira

João Nuno Vilaça

Que estamos a ceder em troca destas aplicações e serviços gratuitos? A nossa alma? Quase. Estamos a ceder os nossos dados, que são extremamente valiosos e pessoais. São o recurso mais valioso do mundo

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)