Pode ser um condutor nato quando o assunto são equipas de futebol, mas na estrada o desfecho é outro. Pelo menos a avaliar pelo curriculum ao volante do técnico espanhol Pep Guardiola, um historial de estragos e acidentes que remonta à sua passagem pelo Barcelona.

E se a toada acidentada se manteve em solo alemão, quando assumiu o comando do Bayern de Munique — um dos casos data de 2015, quando o seu Audi RS6 embateu contra um Volkswagen Polo num cruzamento — segundo um novo livro o balanço é ainda mais negro desde a sua chegada Manchester, onde orienta os citizens. ‘Pep’s City: The Making of a Superteam’, da autoria de Lu Martín e Pol Ballús, analisa as chaves do sucesso do treinador que soma 28 títulos na sua montra de troféus, e não esquece uma série de episódios mais caricatos na sua vida fora dos relvados.

“Guardiola tem fama, desde a sua fase no Barcelona, de ser um condutor azarado”, garantem os autores da obra, explicando ainda que “os retrovisores são os principais danificados ao longo da sua vida”. Martín e Ballús adiantam mesmo que desde que chegou a Inglaterra, em 2016, Guardiola já estragou quatro carros, uma despesa estimada em mais de meio milhão de euros. Ora, as contas falam por si.

Um Mini Cooper (de valor estimado de 35.000 euros), um Mercedes GLE, (93.000 euros), um Range Rover (175.000 euros) e um Bentley Continental GT (233.000 euros) — supostamente o caso mais grave — terão sido as vítimas de Pep. Há ainda relatos de um outro acidente, em 2018, com um Nissan Leaf, quando seguia para o centro de treinos do clube.

Na maioria dos casos os despistes justificam o balanço, mas no caso de um Range Rover a história foi outra. Segundo o mesmo livro, Guardiola foi encher o depósito e poucos quilómetros depois o jipe deixou de funcionar: foi só aí que se deu conta que tinha enchido de gasolina, quando deveria ter usado gasóleo.

Em 2018, uma outra obra explorava o longo historial no asfalto. No seu regresso a Barcelona, em 2007, depois de uma passagem pela Arábia, “teve um outro acidente”, quando embateu com o seu carro num muro durante uma tempestade, estragando todo o eixo direito da viatura. “Uma série de jogadores na equipa tinham dado cabo dos carros naquela tempestade, mas ninguém o fez de uma forma tão impressionante como eu. Ganhei o torneio de acidentes!”, admitiu na altura.