Um concerto de António Chainho e Rão Kyao no Mosteiro da Batalha marca a abertura da 38.ª edição do festival Música em Leiria, que arranca a 20 de março e que leva concertos a 12 concelhos do Centro, até 25 de abril.

Em comunicado divulgado esta quinta-feira, o Orfeão de Leiria, que organiza o festival, anunciou António Chainho e Rão Kyao como protagonistas do espetáculo de abertura na Batalha, com entrada livre no Mosteiro de Santa Maria da Vitória. A Orquestra XXI encerra a edição de 2020 do Música em Leiria, com concerto no Teatro José Lúcio da Silva, em Leiria.

O Música em Leiria apresenta-se como “o mais antigo do país, a decorrer sem interrupções” e surge este ano com parcerias inéditas com o Cistermúsica, em Alcobaça, e com a Semana Santa de Ourém. “Este ano vamos alargar os espetáculos a Alcobaça, e saltar fronteiras do distrito com um concerto inédito em Ourém”, explica Acácio de Sousa, presidente do Orfeão de Leiria.

O festival, acrescenta, “há muito que deixou de ser um evento cultural circunscrito a Leiria e aos públicos da cidade”, assumindo a intenção de “construir pontes com diversos concelhos da região”. Além de Leiria, em 2020 o festival leva espetáculos à Marinha Grande, Batalha, Porto de Mós, Pombal, Ansião, Alvaiázere, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Pedrógão Grande, Alcobaça e Ourém.

O presidente do Orfeão explica que a programação é marcada pela “diversidade de estilos musicais”, mantendo “a matriz clássica que está na génese do Música em Leiria”.