O livro “Cinco Voltas na Bahia e Um Beijo para Caetano Veloso”, de Alexandra Lucas Coelho, foi distinguido com o Grande Prémio de Literatura de Viagens Maria Ondina Braga, anunciou esta quinta-feira a Associação Portuguesa de Escritores (APE).

“A obra preenche plenamente os objetivos do concurso, revelando originalidade literária pela conjugação de viagens diversas, geográficas históricas e interculturais. Evidencia ainda uma aproximação cultural e linguística entre o Portugal e o Brasil contemporâneos, ressalvando a complementaridade e as diferenças”, justificou o júri que foi coordenado pelo presidente da APE, José Manuel Mendes.

A obra de Alexandra Lucas Coelho foi escolhida por unanimidade.

Do júri fizeram também parte o presidente do Grande Conselho do Conselho Nacional de Cultural, Guilherme d’Oliveira Martins, o professor da Universidade do Porto Fernando Batista e a professora da Universidade do Minho Isabel Cristina Mateus.

Com “Cinco Voltas na Bahia e Um Beijo para Caetano Veloso”, Alexandra Lucas Coelho pretendeu responder a um desafio do músico Caetano Veloso: dedicar um livro inteiro à Bahia, o Estado, a cidade de Salvador e a terra onde o músico brasileiro nasceu, Santo Amaro da Purificação, como explicou a autora.

Este livro encerra uma trilogia luso-brasileira de Alexandra Lucas Coelho sobre o Brasil, composta também por “Vai, Brasil” (2013) e “Deus-Dará” (2016).

Esta é 3.ª edição do Grande Prémio de Literatura de Viagens Maria Ondina Braga, instituído pela APE com o patrocínio da Câmara Municipal de Braga e “a cerimónia de entrega do prémio será anunciada oportunamente”.

Em 2018, o vencedor deste prémio foi Afonso Cruz com a obra “Jalan, Jalan”, e em 2017, Paulo Moura com “Extremo Ocidental – Uma Viagem de Moto Pela Costa Ocidental Portuguesa, de Caminha a Monte Gordo”.