A The Loop Co., que desenvolve soluções tecnológicas aplicadas à economia circular, anunciou esta terça-feira ter fechado um acordo de investimento com o Fundo Bem Comum e o Fundo para a Inovação Social no valor de 375 mil euros.

“O valor será utilizado para dar continuidade à estratégia de crescimento da empresa em termos de produtos e mercados, numa altura em que lançou o seu primeiro projeto em Espanha”, explica, em comunicado, a startup de Coimbra.

Desta forma, a The Loop Co. – que é detentora dos projetos Book in Loop e BabyLoop, plataformas de e-commerce que promovem a reutilização de manuais escolares e de produtos de puericultura, respetivamente – passa a estar avaliada em 1,5 milhões de euros.

“No momento em que a empresa se prepara para criar o primeiro centro de logística inversa e economia circular da Península Ibérica, na Guarda, e depois de ter iniciado o processo de internacionalização, a startup vai utilizar o valor angariado para alargar o processo de recolha, avaliação e reutilização de produtos a outros setores, aquém e além-fronteiras, bem como apostar na inovação tecnológica dos processos”, avança.

Segundo João Bernardo Parreira, cofundador e CEO da startup, “fechar este investimento é um reconhecimento da persistência da equipa na aposta em projetos com impacto e um estímulo adicional para os desafios que se aproximam”. Esta é a segunda vez que o Fundo Bem Comum investe na The Loop Co.

No entender do administrador da Sociedade Bem Comum Jorge Líbano Monteiro, este projeto promove a sustentabilidade da Casa Comum, “através da economia circular em que se baseia, e vai ao encontro das necessidades de tantas famílias”.

“É, por isso, com enorme gosto e expectativa que o Fundo Bem Comum faz este novo investimento, acreditando que irá atingir a ‘performance’ e as métricas de retorno conseguidas com o primeiro investimento”, acrescenta.