Logo Observador
Festival Eurovisão da Canção

O recado de Salvador Sobral no Parlamento: “Pode ser que esta vitória possa dar uma fatia maior do orçamento à cultura”

10.601

Salvador Sobral falou à saída da Assembleia da República, esta sexta-feira, sobre o futuro da cultura e da sua própria carreira após ter sido homenageado com a irmã, Luísa Sobral.

O Parlamento aprovou por unanimidade e com uma ovação de pé um voto de saudação aos irmãos Sobral

MÁRIO CRUZ/LUSA

Salvador Sobral disse esta sexta-feira à saída do Parlamento que espera que a sua vitória no Festival da Eurovisão “possa dar uma fatia maior do orçamento à cultura, que tem sido bastante esquecida”. Após uma homenagem dos deputados, Salvador e a irmã, Luísa Sobral, almoçaram com o Presidente da Assembleia da República, Ferro Rodrigues.

À saída, Salvador explica que os três falaram “um bocadinho sobre tudo” mas, em especial, da cultura.

Sobre o vídeo que circula nas redes sociais em que canta com Caetano Veloso, em casa da fadista Carminho, Salvador garante que conhecer Caetano “foi a melhor coisa desta experiência toda, não desfazendo a vitória“. Os músicos jantaram em casa de Carminho após o concerto de Caetano Veloso em Lisboa. “Ele conhecia a Eurovisão”, garante Salvador.

Vídeo. Salvador Sobral e Caetano Veloso cantam em casa de Carminho

A agenda para os próximos meses está cheia (e esgotada) e isso não espanta o cantor: “Depois daquela noite louca, estava à espera” mas não sabe se “Amar Pelos Dois” fará parte do repertório.

O cantor falou ainda de Alexander Search, o novo projeto musical criado por Júlio Resende ao qual se juntou como vocalista. A banda tem na base a poesia de Fernando Pessoa que o poeta escreveu em inglês sob o heterónimo Alexander Search, criado quando ainda vivia na África de Sul. Do grupo musical, fazem parte ainda outros três músicos.

Os próprios membros da banda adotaram heterónimos. Salvador Sobral é Benjamin Cymbra. “Nunca serei o Salvador Sobral”, disse o vencedor pedindo que respeitam esta escolha nos futuros concertos. “A música é boa, espero que gostem”, garantiu ainda. O primeiro álbum da banda será editado em junho mas a primeira música, “A Day of Sun”, já foi divulgada.

A irmã Luísa tomou conta dos microfones sempre que Salvador se esquivava, admitindo que foi “uma honra enorme” estar no Parlamento e uma honra maior ver as versões de “Amar Pelos Dois” que surgem na Internet.

Quando fazemos uma música e ela chega lá fora, deixa de ser nossa e isso é bonito. Acho bonito que as pessoas mudem a canção e a tornem delas.”

“Amar pelos Dois”, a canção interpretada por Salvador Sobral com letra e música da irmã, deu a vitória a Portugal, em Kiev, na Ucrânia. Alcançou 758 pontos na votação combinada dos júris nacionais e do público.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Fogo de Pedrógão Grande

Morrer entre brutos é triste

Alberto Gonçalves

Portugal não cede à baixa política, leia-se permite a impunidade geral. Portugal, repete-se, é uma nação muito forte, leia-se um recreio de oportunistas, desnorteados ao primeiro assomo da realidade.