Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Bernardo Sassetti faria 44 anos nesta terça-feira. Para assinalar a data, a música do pianista, falecido em 10 de maio de 2012, vai ser hoje homenageada num concerto a realizar em Lisboa, numa iniciativa da Casa Bernardo Sassetti, associação cultural sem fins lucrativos, criada em Setembro de 2012, e que “tem por missão catalogar, conservar, estudar, editar e divulgar o trabalho mais conhecido e também o trabalho inédito” do músico, segundo se pode ler no respetivo site.

Às 21h00, o pianista João Paulo Esteves da Silva vai interpretar, no grande auditório do Centro Cultural de Belém, sete temas compostos por Sassetti. De seguida, será a vez de a Orquestra de Jazz do Hot Clube de Portugal subir ao palco para executar “Pescaria”, a única composição que Bernardo Sassetti criou para o formato de “big band”, bem como arranjos de Filipe Melo, Daniel Bernardes e Iuri Gaspar de temas do pianista.

Bernardo Sassetti nasceu em Lisboa a 24 de junho de 1970 e iniciou os estudos de piano clássico aos nove anos Dedicou-se ao jazz, estudando com Bernardo Moreira, Zé Eduardo, Horace Parlan e Sir Roland Hanna, e, em 1987, começou a carreira profissional com o quarteto de Carlos Martins e o Moreiras Jazztet. Tocou com músicos como Art Farmer, Kenny Wheeler, Freddie Hubbard, Paquito D´Rivera, Mário Laginha, Pedro Burmester, Maria João Pires, João Paulo Esteves da Silva, Alexandre Frazão, Carlos Barretto e Carlos Bica, entre muitos outros.

A estreia discográfica como líder aconteceu em 1994 com “Salsetti”, a que se seguiu “Mundos” em 1996. Em 2002, gravou “Nocturno”, o primeiro disco do Bernardo Sassetti Trio, com Carlos Barretto e Alexandre Frazão, obra que foi distinguida com o Prémio Carlos Paredes e que inclui um dos seus originais mais celebrados, “Sonho dos Outros”. Em 2004, gravou dois discos para piano solo, “Indigo” e “Livre”, e, no ano seguinte, lançou o segundo disco do Bernardo Sassetti Trio, “Ascent”, um projeto de comunhão entre imagem e música.

Em Dezembro de 2006, Bernardo Sassetti lançou “Unreal: Sidewalk Cartoon”. Em Outubro do mesmo ano, deu o primeiro concerto com Mário Laginha e Pedro Burmester no concerto “3 Pianos”. Em 2010, gravou o terceiro e último disco do Trio de Bernardo Sassetti com o título “Motion” e, também, um disco em parceria com o fadista Carlos do Carmo.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR