A equipa do Google responsável pelo Gmail lançou nesta quarta-feira uma aplicação para a gestão de emails chamada Inbox, com a promessa de tornar o serviço mais fácil e personalizado. A ideia é que a caixa de mensagens trabalhe para o utilizador, evitando o excesso e a perda de informações. E o que o diferencia de outras aplicações como o Mailbox, Acompli, Boxer e Hop? A adaptabilidade inteligente.

O Inbox reúne as principais características das aplicações de gestão de email, produtividade e listas de tarefa, concebidas para os smartphones, com um desenho simples e funcional, que lembra o feed do Facebook. Além disso, como foi criada pela equipa responsável pelo Gmail, herda a experiência de quase 10 anos no mercado.

“Recebemos mais emails do que nunca, e por vezes, a informação importante está oculta no meio das mensagens e as nossas tarefas mais importantes podem passar despercebidas – especialmente se tivermos a trabalhar com os nossos telefones. Para muitos de nós, a utilização do email tornou-se uma atividade diária que nos distrai daquilo que devemos fazer em vez de nos ajudar a fazer o que realmente tem que ser feito”, explica a equipa em comunicado à imprensa.

As principais funcionalidades do Inbox são:

  • Agrupamento inteligente (bundles): no ano passado, o Gmail expandiu as categorias básicas para organizar os emails. O Inbox expande o conceito ao agrupar automaticamente mensagens do mesmo género, como aquelas com ficheiros pdf do trabalho ou com imagens recebidas pelos amigos, por exemplo. Também é possível prefixar categorias que gostava de ver agrupadas.
  • Destaques automáticos: quem nunca deixou passar uma informação importante num email? O Inbox destaca dados relevantes das mensagens para facilitar a leitura, como datas de uma viagem, eventos, endereços e lugares, e mostra inclusive informação útil da Internet que não estava mencionada, como por exemplo, o estado do voo em tempo real ou o status de entrega de itens comprados online.
  • Lembretes (reminders): permite fazer uma lista de tarefas pendentes ou em andamento dentro da própria caixa de email.
  • Notas (assists): o Inbox oferece informações complementares para facilitar a realização de tarefas. Necessita ir à lavandaria na próxima semana? A aplicação informa o telefone do local e o seu horário de funcionamento.

http://3.bp.blogspot.com/–NopP77zG2A/VEfXORfnNSI/AAAAAAAABW0/NfMf8MnDpOk/s400/bigtopblog_fullres.gif

  • Silenciamento (snooze): e que tal ocultar emails do trabalho durante um determinado momento? O Inbox permite silenciar mensagens num horário específico para evitar que o utilizador perca a atenção.
  • Limpeza de itens: o lixo ganhou um novo recurso. Todas as mensagens de uma categoria que não tenham sido marcadas com um pin, ganham o status de “concluídas” ao clicar na opção “Sweep (limpar)”
  • Visualização de imagens: imagens em anexo? Não é mais preciso. No Inbox podem ser visualizadas sem sequer abrir o email.
  • Pesquisa de um número de telefone: ao procurar pelo telefone de um contacto, a aplicação devolve o número sem ter de abrir a mensagem onde se localiza. Também é possível fazer a chamada diretamente pelo Inbox.

Até o momento a receção do Inbox tem sido positiva entre os meios de comunicação de tecnologia. Para o Huffington Post Tech, o Inbox veio para tornar o email “divertido” outra vez. O site Venture Beat definiu-a como “a sua nova aplicação favorita de gestão de emails”, a Wired disse que “reúne o melhor do Gmail e do Google Now” e o Techcrunch afirma que “o Inbox é o novo Gmail pensado para não ser o Gmail” e questiona o motivo pelo qual a aplicação foi concebida fora do universo Google.

O Inbox extá disponível para Android, iOS e ambiente desktop – sincronizáveis entre si – e de momento pode ser utilizada apenas por utilizadores convidados. Para receber um convite é necessário enviar um email para inbox@google.com, conforme informa o comunicado à imprensa.