Na sua página oficial da internet, a DGS recomenda que os equipamentos de aquecimento sejam verificados antes de serem utilizados, que não sejam usados aquecimentos de exterior (esplanadas) em espaços interiores e que, antes de as pessoas se deitarem ou saírem de casa, verifiquem se os aparelhos estão desligados de forma a evitar fogos ou intoxicações.

A DGS recomenda ainda especial cuidado a quem utiliza lareiras, braseiras, salamandras ou equipamentos a gás, pedindo que seja feita a correta ventilação das divisões de forma a evitar a acumulação de gases nocivos à saúde.

Àqueles que são mais vulneráveis ao frio — crianças, idosos, doentes crónicos, principalmente com problemas respiratórios e cardiovasculares, e sem-abrigo — a DGS recomenda que usem várias camadas de roupa adequadas à temperatura ambiente, além de luvas, gorros, meias quentes e cachecóis de modo a proteger as extremidades do corpo. É ainda recomendado que a população ingira bebidas e alimentos quentes.

As recomendações da Direção Geral de Saúde surgem após as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que apontam para uma acentuada descida das temperaturas a partir da madrugada de hoje. Todos os 18 distritos portugueses estão sob aviso amarelo – o terceiro mais grave de uma escala de quatro – até às 07h00 de quarta-feira, devido à “persistência de valores baixos de temperatura”. O distrito de Faro encontra-se igualmente sob aviso amarelo entre as 18h00 de terça-feira e as 15h00 de terça-feira devido à agitação marítima, já que são esperadas na costa Sul ondas de sueste com dois metros.

Para hoje, o IPMA prevê tempo frio e céu pouco nublado ou limpo, com o vento a soprar fraco a moderado do quadrante leste, soprando moderado a forte nas terras altas, em especial até ao meio da tarde, e moderado) na costa sul do Algarve. Prevê-se ainda a formação de geada e uma descida da temperatura mínima.

Quanto às temperaturas, Lisboa deverá chegar aos 10 graus celsius assim como Évora, enquanto Sagres e Braga devem ser as cidades mais quentes ao chegarem aos 15. Em Leiria são esperados 14 graus de máxima, 13 em Coimbra e Porto,

Em Portalegre são esperados nove graus, enquanto a cidade da Guarda será a mais fria com três graus de máxima e menos cinco de mínimas. Nos Açores, Santa Cruz das Flores, Horta, Angra do Heroísmo e Ponta Delgada estão previstos 17 graus de máxima, enquanto na Madeira, o Funchal deverá chegar aos 19.