O português Paulo Gonçalves, em Honda, foi o vencedor da sétima etapa de motos do rali de todo-o-terreno Dakar 2015, disputada entre Iquipe e Uyuni, na Bolívia.

Segundo classificado nas duas primeiras etapas e confortável terceiro da geral individual, Paulo Gonçalves foi o mais rápido na passagem do Chile para a Bolívia, deixando o campeão em título, o espanhol Marc Coma (KTM), a 14 segundos. Esta foi a segunda vitória seguida de um português, depois do triunfo de Hélder Rodrigues.

Coma, segundo da geral, e Paulo Gonçalves recuperam cerca de seis minutos ao líder, o espanhol Joan Barreda (Honda) relançando mais a corrida, já que entre o primeiro e o segundo ficam a mediar cerca de seis segundos, e entre o primeiro e o terceiro aproximadamente 11.

A etapa, de 717 quilómetros, dos quais 321 cronometrados, teve como terceiro o austríaco Mathias Walkner (KTM), a 30 segundos.