O treinador do Sporting afirmou neste sábado que a equipa tem que “fazer de tudo” para voltar às vitórias frente ao Gil Vicente, da I Liga de futebol, referindo que é preciso dinâmica para desmontar a estratégia adversária. “É diferente preparar os jogos em cima de vitórias, mas isto faz parte da nossa vida como profissionais. Não tivemos os dois últimos resultados que queríamos no campeonato e temos que voltar obrigatoriamente às vitórias. Temos que fazer de tudo para voltar às vitórias e, se pudermos, às boas exibições”, disse em conferência de imprensa.

O técnico deixou elogios ao adversário de domingo, referindo que a sua equipa terá que conseguir superar as dificuldades que vai enfrentar. “O adversário teve uma atuação muito boa quando jogou com o Benfica, causou muitas dificuldades e nessa altura não estava nesta dinâmica de vitórias. Teremos que estar focados neste jogo e no máximo das nossas capacidades para vencer um adversário difícil”, salientou.

Marco Silva espera um Gil Vicente bem organizado a nível defensivo e quer que a sua equipa tenha dinâmica para descobrir os caminhos para a baliza adversária. “Já o ano passado a equipa tinha essa dificuldade em jogar em casa. Não é fácil jogar com equipas que jogam em 30 metros. Temos que ter capacidade de desmontar a capacidade defensiva do adversário e isso consegue-se com dinâmica, ambição e intensidade”, explicou.

Para o jogo com o Gil Vicente, o técnico não vai poder contar com o castigado Cédric, que deve ser substituído por Miguel Lopes, nem o lesionado Slimani, referindo que não está preocupado com o facto de Adrien e William Carvalho poderem falhar o jogo com o FC Porto se virem um cartão amarelo no jogo de domingo.

Marco Silva explicou ainda que o Sporting está numa fase exigente, com muitos jogos, e referiu que a equipa ainda tem uma palavra a dizer na Liga Europa, apesar da desvantagem de dois golos para os alemães do Wolfsburgo. “A resposta que nós demos durante a primeira parte naquele jogo é o indício que temos que levar. É difícil, mas nada está perdido. Se ganharmos no domingo vamos estar a preparar melhor o jogo seguinte, por isso, todas as forças têm que estar no jogo de domingo”, salientou.

Sobre a quebra no rendimento de Nani, Marco Silva acredita que o internacional português vai voltar ao seu melhor nível. “Nani já teve fases de grande fulgor, porque a equipa estava numa dinâmica que permitia isso. Acreditamos muito na sua capacidade e no seu trabalho. Vai voltar ao nível que nos habituou, com a ajuda de todos”, concluiu. O jogo entre o Sporting, terceiro com 44 pontos, e o Gil Vicente, 15.º com 17, está agendado para domingo, pelas 18h15, no estádio José Alvalade, em Lisboa, com arbitragem de Jorge Tavares, de Aveiro.