Um vídeo feito pelo alpinista alemão Jost Kobusch, e colocado no YouTube este domingo, mostra o momento em que os presentes no acampamento sul do Monte Evereste sentiram a avalanche provocada pelo tremor de terra, que se fez sentir este sábado, no Nepal. De acordo com o Guardian, pelo menos 18 pessoas morreram no acampamento, mas o número pode chegar às dezenas.

“O chão estava a tremer devido ao tremor de terra e assim que vimos pessoas a correrem começamos também a correr para nos salvarmos”, explicou o alpinista, na legenda do vídeo, com cerca de dois minutos e meio. No início, é possível ouvir a pessoa que estava a filmar a constatar que o chão estava a tremer. De seguida, vê-se a avalanche a aproximar-se e os presentes a correrem para as suas tendas, em busca de proteção.

Partes do acampamento ficaram soterradas e as buscas pelos desaparecidos continuam. No total, até segunda-feira de manhã o número de vítimas do sismo ascende a 3617 pessoas. Há mais de 6.500 feridos, com uma situação de emergência decretada e os serviços de saúde em colapso. As autoridades admitem que centenas de pessoas podem estar soterradas em aldeias que desapareceram completamente e que tinham populações entre 100 e 1.000 habitantes. Cerca de 90 pessoas morreram também em países vizinhos, incluindo a China e a Índia, devido ao sismo com magnitude de 7,8 na escala de Richter.

No sábado, o secretário de Estado das Comunidades portuguesas, José Cesário, disse à Lusa que os sete portugueses referenciados como estando no Nepal, na altura do sismo, “estão todos bem”. Quatro portugueses que estavam a participar numa expedição aos Himalaias durante o sismo no Nepal também já disseram estar bem.