José Mourinho, o treinador da equipa de futebol inglesa do Chelsea, foi acusado de excesso de velocidade e vai ficar inibido de conduzir durante seis meses, escreveTelegraph. A transgressão ocorreu em setembro do ano passado, quando o técnico português foi apanhado a conduzir a 97 km/h na autoestrada A3 na zona de Surrey, no Reino Unido, onde o limite de velocidade é de 80 km/h.

Mourinho terá sido condenado a pagar uma multa de cerca de 2.500 euros pela transgressão, valor que já incluía os custos e taxas de tribunal de um julgamento que estava marcado para esta quarta-feira, ao qual o treinador português não compareceu.

A inibição de conduzir foi aplicada porque Mourinho já teria cometido outras transgressões no passado. Segundo o jornal inglês, na decisão pesou o facto de o treinador receber um salário anual de 17,9 milhões euros no Chelsea, o que foi considerado um valor “significativo”.