Faz esta quarta-feira 50 anos que uma canção dos Beatles com o título provisório Scrambled Eggs se transformou na versão final de Yesterday, que ficou para a História como um dos maiores sucessos de sempre da banda de Liverpool. A 17 de junho de 1965, George Martin fechou-se nos estúdios de Abbey Road, no bairro londrino de Saint John’s Wood, com um quarteto de cordas, disposto a encontrar a orquestração mágica que iria acompanhar a voz e a guitarra previamente registadas por Paul McCartney.

O viola-baixo dos Beatles havia gravado dois takes da canção a 14 de junho. Depois de várias tentativas de interpretar o tema com outros instrumentos, incluindo órgão e bateria, o produtor que acompanhou praticamente toda a carreira discográfica da banda decidiu sugerir que Paul McCartney a tocasse apenas acompanhado de uma guitarra acústica. O segundo take acabou por ser o escolhido e foi sobre este registo que Martin acrescentou as cordas.

A canção teve um nascimento difícil. Numa noite, McCartney sonhou com a melodia e, assim que acordou, terá corrido a tocá-la num piano para não se esquecer de nada. Mas o músico não estava convencido de que aquela sucessão de notas que lhe soava tão bem fosse, na verdade, produto da sua criatividade. Mostrou a canção a diversas pessoas e perguntou-lhes se alguma vez tinham escutado algo igual. As respostas foram esclarecedoras. Toda a gente desafiada a ouvir Yesterday em primeira mão negou que alguma vez tivesse ouvido o tema.

A melodia estava feita, mas Paul McCartney ainda lutava para conseguir encontrar as palavras certas. Scrambled Eggs [ovos mexidos] não passava de um título jocoso e o mesmo sucedia com o primeiro verso: Scrambled eggs, oh, my baby, how I love your legs [“ovos mexidos, oh, minha querida, como eu adoro as tuas pernas”]. As peças começaram a juntar-se quando, no final de maio de 1965, McCartney e Jane Asher, na época namorada do membro dos Beatles, voaram para Lisboa e rumaram a Albufeira, no Algarve, para desfrutar um período de férias numa casa de que era proprietário Bruce Welch, elemento dos Shadows. Foi em Portugal que, finalmente, McCartney alinhavou as palavras que se iriam tornar imortais pela sua voz e sob a chancela dos Beatles.

A canção foi lançada como single em Setembro de 1965 nos Estados Unidos, mas só teve uma versão britânica em 45 rotações em 1976. No Reino Unido, o tema seria o penúltimo no alinhamento do lado B do álbum Help!, publicado a 6 de agosto de 1965, disco que figura no percurso dos Beatles como o quinto álbum de estúdio dos fab four.

Talvez ninguém consiga garantir, ao certo, quantas versões de Yesterday foram gravadas, mas há quem arrisque que o número andará em redor de 2.500. Aqui ficam algumas, incluindo o original.

1. The Beatles

2. Elvis Presley

3. Frank Sinatra

https://www.youtube.com/watch?v=WswBkTAy1dI

4. Aretha Franklin

https://www.youtube.com/watch?v=KT-Q6wcjhXA

5. Ray Charles

6. Bob Dylan

https://www.youtube.com/watch?v=k1v7S3fxiug

7. Marvin Gaye

8. Boyz II Men

9. Katy Perry

https://www.youtube.com/watch?v=ccR7qCy321k

10. The Seekers