Porque é que Petunia e Vernon Dursley odiavam tanto o seu sobrinho Harry Potter? Após anos de mistério, J.K. Rowling decidiu celebrar o 35º aniversário de Dudley Dursley respondendo a essa pergunta no site Pottermore. A autora assegura: não é só o repúdio que os tios tinham pela magia que explica o ódio pelo jovem feiticeiro.

Tudo começou quando Lily, mãe de Harry Potter, era uma estudante finalista em Hogwarts. A sua irmã Petunia convidou-a para jantar, pedindo para levar também James, o pai de Harry Potter. O objetivo do jantar era dar a conhecer Vernon, noivo de Petunia.

“James estava entretido com Vernon, e cometeu o erro de mostrar esse entusiasmo. Vernon perguntou a James, de forma condescendente, que carro usava. James descreveu a sua vassoura de corrida”, descreveu Rowling.

Vernon ficou confuso, sem compreender se James estava a gozar com ele. Furioso, Vernon reagiu acusando e falando mal dos feiticeiros. “Vernon começou a lembrar que os feiticeiros viviam dos subsídios de desemprego. James descreveu Gringotts, falando da fortuna que herdou dos seus pais”, escreveu Rowling.

“A noite terminou com Vernon e Petunia a saírem apressadamente do restaurante, enquanto Lily chorava e James, envergonhado consigo mesmo, prometeu que faria as pazes com Vernon numa outra oportunidade”, acrescentou.

Rowling concluiu a explicação comparando Vernon com o professor Severus Snape: os dois odiavam o Harry Potter por se lembrarem de James Potter, pai do feiticeiro protagonista. Mas a autora de Harry Potter assegura que Petunia, tia do jovem feiticeiro, guardava um carinho especial pelo seu sobrinho, apesar dos constantes maus-tratos.

“Ela não admite esses sentimentos escondidos”, conclui Rowling, culpando o ciúme de Petunia pela irmã.