Afinal Elton John falou ou não ao telefone ao Vladimir Putin? Talvez não: Putin desmentiu e agora parece que tudo não passou de uma brincadeira: dois russos, conhecidos pelas suas imitações, vieram a público dizer que foram eles que se fizeram passar pelo homem forte do Kremlin.

Tudo começou com uma visita à Ucrânia, no início de setembro, de Elton John, a estrela inglesa que se tem destacado na defesa dos direitos dos homossexuais. Nessa altura ele criticou duramente Vladimir Putin, numa entrevista à BBC, ao afirmar que as suas políticas em relação a esta matéria são “preconceituosas” e “ridículas”.

Pouco tempo depois desta polémica entrevista, o cantor britânico veio a público expressar a sua satisfação por ter recebido um telefonema do Presidente russo em pessoa para discutir esta matéria. O cantor e compositor utilizou até a sua conta no Instagram para agradecer a Putin pelo telefonema e para expressar a vontade de marcar um encontro para discutir a igualdade dos LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e travestis): “Obrigado Presidente Vladimir Putin por falar comigo ao telefone hoje. Estou ansioso por me encontrar cara-a-cara para discutir a igualdade dos LGBT na Rússia.”

A reação do Kremlin não se fez por esperar. No dia a seguir ao anúncio de Elton John, o porta-voz do Governo russo, Dmitry Peskov, citado pelo The Guardian, desmentiu o telefonema, garantindo no entanto que “se existir um pedido nesse sentido, o Presidente estará preparado para receber Elton John ou outros para responder a todas as questões que surgirem. Mas nós não recebemos ainda qualquer sinal.”

Mas os desenvolvimentos sobre o suposto telefonema de Putin não param de surgir. Agora é a vez de notícias que indicam que, afinal, nem Elton John nem o Kremlin estarão a mentir. Isto porque o Presidente russo nunca ligou ao artista inglês e este pensou mesmo que falou com Putin. O que tem uma explicação: é que não era o líder russo que estava do outro lado da linha, mas alguém a fazer-se passar por ele.

Alexei Stolyarov e Vladimir Krasnov, conhecidos por realizarem imitações por telefone, vieram a público esclarecer toda a situação. Stolyarov revelou até que foi o seu colega, “que fala bem inglês”, que falou com Elton e que este afirmou que o telefonema tinha sido o “mais maravilhoso” que alguma vez recebeu. Dimitri Peskov já recomendou aos comediantes que façam um pedido de desculpas ao cantor.

Esta não é a primeira vez que os imitadores russos “apanham” uma celebridade. De entre a lista de vítimas contam-se o ex-Presidente da União Soviética, Mikhail Gorbachev, o Presidente bielorusso, Alexander Lukashenko, ou o Presidente da Geórgia, Mikheil Saakashvili.