O novo edifício do Museu Nacional dos Coches, em Lisboa, desenhado pelo arquiteto brasileiro Paulo Mendes da Rocha, recebeu o Prémio CICA de Arquitetura, atribuído pelo Comité Internacional de Críticos de Arquitetura.

O vencedor do prémio, entre vários galardões atribuídos por aquele comité, foi anunciado no dia 11 durante a Bienal Internacional de Arquitetura de Buenos Aires, que termina a 04 de outubro.

O novo edifício do Museu Nacional dos Coches, inaugurado em maio, foi desenhado por Paulo Mendes da Rocha, num projeto em consórcio com os ateliês MMBB Arquitetos (Brasil), Bak Gordon Arquitetos e Nuno Sampaio Arquitetos (Portugal).

Composto por dois edifícios, com quatro pisos, o museu ocupa 15.177 metros quadrados nos terrenos das antigas Oficinas Gerais do Exército, junto ao rio Tejo, e próximo da anterior localização, no antigo Picadeiro Real.

Entre maio e agosto, ou seja, no primeiro trimestre de funcionamento, o Museu Nacional dos Coches – que engloba o novo edifício e o antigo Picadeiro Real – recebeu mais de 146 mil visitantes.

Sendo um dos museus nacionais mais visitados do país, o Museu Nacional dos Coches acolhe 78 viaturas que vão desde o século XVII ao século XIX, a maioria provenientes da Casa Real Portuguesa.

Quanto ao Picadeiro Real, mantém-se aberto ao público com algumas carruagens e viaturas de aparato datadas do século XVIII, um núcleo dedicado à rainha D. Amélia e uma galeria de pintura dos reis de Portugal.