Rádio Observador

David Bowie

Petição a Deus: “Diz não à morte de David Bowie”

176

Italiana lançou uma petição a Deus para reverter a morte de David Bowie. Andrea Natella conta já com 981 assinaturas. Há uma outra petição a pedir que Marte se chame planeta David Bowie...

Autor
  • Hugo Tavares da Silva

Se David Bowie era reconhecido pela criatividade e inovação — o eterno camaleão –, há quem não fique assim tão atrás. É o caso de Andrea Natella, uma italiana que decidiu lançar uma petição… a Deus. Coisa pouca, hein? A explicação e motivação resume-as numa linha: “David Bowie não pode estar morto”, por isso “diz não à morte de David Bowie”.

O que, porventura, Andrea não esperava era que passadas 24 horas tivesse 980 assinaturas junto à sua. A plataforma usada é a change.org. As redes sociais, pois claro, estão radiantes e adeptos deste pause na realidade. “Super bonito, italianos começaram uma petição a Deus contra a morte de David Bowie” e “os italianos estão a peticionar a Deus pela alma de David Bowie. Eles querem de volta à Terra o homem do espaço” são alguns dos primeiros tweets que aparecem quando se pesquisa “petizione bowie” no Twitter. Mas há mais: “Querido Deus, podemos ter o David Bowie de volta por favor?”, “Queremos um concerto do David Bowie em Itália! – Assina a petição!”.

Já Daniel Churchill pretende algo menos divino, embora de outro mundo: quer mudar o nome do planeta Marte para David Bowie. A explicação do autor da petição, quem sabe inspirado pelo apelido, utiliza muitas mais palavras ao longo de quatro parágrafos. “Não é necessário dizer muito sobre esta campanha e se a está a ler é porque, provavelmente, já entendeu o seu valor e significado”, assim começa o texto. A plataforma usada é a mesma — change.org — e conta com 488 assinaturas.

“A luta é real, mas também Deus o é”

Iman Abdulmajid, de 60 anos, foi casada com David Bowie durante 24 anos e também ela fez uma espécie de homenagem nas redes sociais. A super-modelo e o artista casaram na Toscana, em 1992, casamento do qual resultou uma filha, Alexandria Zahra Jones.

No dia da morte do londrino, Iman colocou no Twitter uma imagem com a seguinte frase inscrita: “A luta é real, mas também Deus o é”, juntamente com a hashtag #Rise. Um dia antes, porventura nas horas de angústia que prometiam o desfecho já conhecido, Iman tweetou a seguinte frase: “Às vezes só sabes o verdadeiro valor de um momento quando ele se transforma numa memória.”

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)